inverno

Como enfrentar o inverno na Itália

Tem coisas que a gente aprende bem mais facilmente na prática. Uma delas é de como se vestir adequadamente para enfrentar o inverno  aqui na Itália.  Nós brasileiros não estamos acostumados a um frio tão intenso e temos dificuldade na hora de selecionar as peças para uma viagem no período de inverno. E já errei algumas vezes e passei muito frio! Escolher as peças corretamente é muito importante pois, além do risco de congelarmos,  arriscamos  um  baita resfriado se não estivermos bem agasalhados. E não há coisa mais desagradável do que ficar doente nas viagens.

 

inverno-europa

Os acessórios fazem toda a diferença no inverno: touca, cachecol e luvas são indispensáveis

 

inverno-europa

No inverno, de dezembro a março, o dia escurece por volta das 17 horas

É preciso considerar que algumas cidades têm inverno bem mais longo e rigoroso que outras: na região sul é mais ameno, já  no centro-norte é bem mais intenso e gélido.  Em Veneza, Firenze, Roma e Milão, as cidades mais visitadas da Itália, não é comum nevar e isso quando isso acontece é comemorado por turistas e locais!  Mas pode pegar muita gente de surpresa em relação à indumentária! Um casaco de nylon impermeável e botas com solado de borracha são as peças mais importantes nesse momento.

Veja neste post neve em Firenze  que deixou a cidade branquinha no dia 1º de março de 2018.

neve-florença

É muito raro nevar em Firenze

Na hora de se agasalhar,  dentre os erros mais comuns estão escolher aqueles blusões grossos de acrílico.  Bem, a primeira coisa a ser considerada no momento de escolher  o que vestir é o material das roupas.  Não é a quantidade de camadas, mas a qualidade do tecido que mais conta. Existem roupas térmicas  bem finas que são usadas como segunda pele que fazem toda a diferença! E prepare-se para vestir-se em camadas, pois se a temperatura permitir, você poderá tirar uma das blusas. Considere que os ambientes fechados são aquecidos.

inverno

Atualmente é fácil encontrar roupas térmicas não apenas em lojas especializadas. Estas são da marca Tezenis

 

inverno

Neste post dou algumas sugestões para quem tem dúvidas sobre o que usar para enfrentar o frio do inverno e locais que nevam:

1- segunda pele – Não fico sem, a segunda pele é a minha salvação! Esta é a peça que está em contato com o corpo. É básica, simples, não faz volume e pode ser usada diariamente com qualquer produção. Você pode adquiri-la na Decathlon ou Tezenis. Eu adoro as da japonesa Uniqlo (dá  pra comprar pela internet e pedir serviço de entrega a domicílio no seu hotel). As da Uniqlo são oferecidas em 3 categorias (warm, extra-warm e ultra-warm), e você a sua de acordo com o frio que precisa enfrentar.  A segunda pele é realizada em material sintético (poliéster) que retém o calor produzido pelo corpo através do isolamento  térmico (evite o algodão,  pois além de absorver mais umidade não retém o calor). Dica: você não precisa ter uma grande quantidade, dá pra passar a viagem com apenas 2. Lave a peça à noite no hotel e no dia seguinte está sequinha. Para frio ameno não precisa, mas se as temperaturas estiverem abaixo dos 10 ºC,  sugiro também meia-calça ou calça legging que, como são finas,  podem ser usadas sob qualquer calça comprida,  meia de lã ou com vestidos.

 

uniqlo

Da Uniqlo: as blusas e as calças custam em média 19 euros cada e podem ser adquiridas em diversas cores. Para a camiseta existem versões com gola V ou U (foto divulgação Uniqlo)

 

2-  roupa térmica – Muita gente confunde com segunda pele. A roupa térmica é um excelente isolante térmico e ajuda a manter a temperatura corporal estável. São leves e compactas e produzidas a partir de tecidos tecnológicos  para ajudar a manter o corpo seco e quente. Você pode usar a roupa térmica sobre a segunda pele.  Como material, é bastante comum o fleece, um tipo de flanela.  Sugiro a roupa térmica para dias de frio intenso (abaixo de 5º). São utilizadas por quem pratica esporte na neve.

decathlon

As malhas térmicas da Decathlon (foto divulgação)

3- blusas ou malhas–  Esta é a blusa que você vai usar sob o casaco e que vai “aparecer” quando você estiver nos ambientes aquecidos, já que não precisará de estar portando o casaco.  Opte por malhas de lã,  algodão, cashmere ou até tecidos mais leves fluidos, desde que você esteja com algo bem quentinho por baixo. Para quem é apaixonada por vestidos e não quer abdicar  da peça mesmo no frio,  é só seguir o conselho de usá-los sobre a segunda pele e calça legging para aquecer as pernas.  A produção também pode ser composta por um casaqueto ou cardigan, usado sobre o vestido ou blusa.

Muita atenção na hora de lavar as malhas, cashmere e blusas de lã. Sigam cautelosamente as instruções de lavagem na etiqueta das roupas.  Essas  peças não podem ser centrifugadas e na hora de secá-las devem ser colocadas na horizontal (colocando uma c toalha por baixo) pois podem se deformar com o peso do tecido molhado.

 

vestido-inverno

Vestido Selected Femme (foto divulgação Zalando)

3- casaco – dê prioridade ao casaco pois é o item mais importante! Se puder, invista num casaco térmico que ajuda a transpirar. Existem modelos longos, à prova d’agua, que protegem em caso de chuva. Para citar algumas marcas:  Geox, Duvetica, Woolrich, e The North Face. A escolha do casaco depende do estilo de cada pessoa e pode ir do elegante ao mais esportivo, como aquele estilo boneco Michelin, aqui chamado de “piumino”, que pode ser impermeável e revestido de plumas ou sintético.  Os piuminos são leves, práticos e, o mais importante: funcionam!  Com capuz, melhor ainda!

A funcionalidade dos casacos varia bastante e analise o que você realmente precisa na hora de adquirir o seu.  As tipologias são muitas: down coat (piumino), parka, trench coat, jaqueta para vento e casaco impermeável, que pode ser  curto, médio ou longo, que protegem principalmente do vento e da chuva mas não necessariamente do frio. Casacos com interno de peluche são excelentes! A parte felpuda,  geralmente de fibras sintéticas utilizada no forro dos casacos ajuda bastante a aquecer o corpo.

Se tiver possibilidade de neve nas cidades onde vai visitar, é necessário que o casaco seja impermeável.

piumino

Down coat da marca Marc O’Polo (site Zalando)

 

casaco

O quentíssimo casaco “Teddy bear” realizado por Max Mara (foto divulgação)

 

casaco

De Patrizia Pepe, com interno fake fur (foto divulgação)

 

uniqlo

Casaco ultra-warm da Uniqlo (foto divulgação)

 

Moncler

Casaco curto da Moncler. Este estilo aqui na Italia é chamado de Piumino (foto site divulgação)

4- Luvas, gorros , faixas e echarpes – Orelhas, nariz, pontas da mãos e dos pés sofrem muito com a exposição ao frio, e quando está ventando então, é um martírio! O material é muito importante, pois não podemos comparar um gorro de viscose ao de cashmere, que é  o que mais esquenta!  Pode ser também chapéu, se quiser uma produção mais estilosa, mas é a humilde  touca, que cobre as orelhas, que vai te salvar do frio. As luvas mais quentinhas são as de pile e microfibra. As luvas de couro são elegantes mas não são funcionais se não forem revestidas  internamente de peluche O mesmo para as luvas de lã, que só vão  resolver  se tiverem uma camada interna. Outro acessório que precisa estar preparado locais que nevam é a nossa bolsa tiracolo.

5- hidratantes e protetor labial – o frio e o vento deixam a pele ressecada. Hidrantante e protetor labial diariamente.

6 –  Sapatos– botas com pelo dentro são as mais quentinhas! Não economize no calçado. Se puder, opte por  sapatos impermeáveis com solado de borracha antiderrapante. Solados de borracha são excelentes pois são isolantes e em caso de chuva você não passa aperto, pois nem pensar em sapato molhado no inverno.  Com as botas altas de couro sempre meias grossas e quentinhas por baixo.

E em caso de neve na cidade que você está passeando, sapatos impermeáveis, com solado de borracha. Quando a neve começa a derreter as ruas e calçadas ficam muito escorregadias. Nesse caso nem pensar em usar sapatos de couro sem solado de borracha!

botas-neve

Modelo de bota para neve com solado de borracha e peluche na parte interna, para manter os pés bem quentinhos (marca Mustang, foto divulgação)

boots

Um exemplo para calçado de inverno da Woolrich (foto divulgação)

 

ugg

Vou mentir se falar que acho as bolsas UGG bonitas, mas elas resolvem! Para quem sente muito frio nos pés, uma das melhores opções (foto divulgação)

 

bota-inverno

Marca Marco Tozzi (foto divulgação Zalando)

 

Roupas para neve:

Para a prática de esqui e esportes na neve é  preciso roupas específicas e tecnológicas. Neve derrete e vira água, portanto, botas impermeáveis com solado  aderente pra não escorregar. É preciso usar roupas e sapatos impermeáveis, nem sonhar com botas de couro e nem tênis de tecido.

A calça para os esquiadores precisa ser impermeável. Use outra calça por baixo e um meião.  Já a camada base das roupas para neve precisa reter o suor, ser respirável e de secagem rápida. A segunda camada, a intermediária,  ajuda a afastar o frio. Depois uma jaqueta impermeável.

Os óculos de sol são indispensáveis para a neve, pois o sol reflete na neve e pode causar danos à visão.  As luvas de esporte de inverno são totalmente impermeáveis.  Não esqueçam de um gorro ou cachecol caso a sua blusa não seja de gola alta. O pile é um material excelente para essas situações.

 

roupa-esqui

Casaco para esquiar da Oysho (foto divulgação)

 

mascara-esqui

Óculos para esquiar estilo máscara, da Oakley (foto divulgação)

Não deixe de ver o post como preparar a mala para o inverno europeu.

E para ajudar a esquentar,  chocolate quente, vin brulé , chocolate quente e sopas com produtos da estação.



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Como enfrentar o inverno na Itália' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.