mercato

Mercato Centrale San Lorenzo

Ir ao Mercado central de San Lorenzo, em Firenze, é uma excelente maneira de conhecer um pouco os costumes locais, mesmo se de clientes florentinos vemos poucos atualmente. Mas os que frequentam são facilmente reconhecidos, pois sabem exatamente em qual banca devem ir e os produtos que querem levar para casa. Atraída pelos produtos típicos toscanos, uma multidão de turistas invade o mercado, que é um dos pontos turísticos da cidade, apesar de passar quase despercebido, pois uma infinidade de barracas do mercado de rua de San Lorenzo cobrem o histórico prédio, localizado bem no centro de Firenze. Caso você queira conferir o post  sobre o mercadinho de rua, clique aqui.

 

mercato-san-lorenzo
A construção realizada no final do século 19 foi considerada revolucionária para o período, com a utilização de materiais como ferro e vidro no teto, realizado pelo arquiteto Giuseppe Mengoni (o mesmo que pouco antes havia feito a Galleria Vittorio Emanuele, em Milão),  em estilo art-nouveau, que ainda hoje chamam a atenção. O mercado funciona de segunda à sábado, das 7 às 14 horas.
mercato-centrale
mercato-san-lorenzo
Algumas osterias e restaurantes  oferecem refeições típicas, com produtos da culinária local, preparados na hora, bem na sua frente. O Nerbone é endereço sem erro para um lanche rápido, saboroso e tipicamente toscano. Este é o sobrenome de um ambulante que desde o final de 1800 vendia pratos da culinária florentina. Mesmo que encontre fila para pedir, aguarde um pouco pois o atendimento é veloz. Pra entrar no clima dos “locais”, peça um simples panino ou um prato de lampredotto com uma taça de vinho tinto. E deixe-se levar pela atmosfera e pelos aromas ao seu redor.
 tomate
frutas-italia

A explosão de cores, aromas e sabores é uma experiência imperdível. Adquirir produtos frescos direto do agricultor é uma característica de uma feira de qualquer lugar do mundo.

O interessante aqui é observar os costumes, que mudam de acordo com a cultura de cada país. Na Itália, por exemplo, melhor não tocar as frutas e verduras sem usar luvas. No mercado quem escolhe os produtos são os vendedores. Bom prestar atenção porque para os italianos é grave infringir essa regra. Confira nesta foto abaixo que a cliente aguarda o feirante escolher e pesar as suas frutas.
 feira
  DSC_1992 san-lorenzo
Nesta feira alimentar coberta podemos encontrar uma variedade de produtos típicos como queijos, pães, massas, azeites, vinhos e doces. Fora a vasta gama de peixes, frutos do mar e carnes. Inclusive é neste mercado onde os brasileiros residentes em Firenze adquirem o famoso corte de picanha, no açougue  Manetti.
mercado-central
Azeites, geleias e pastas coloridas são alternativas típicas para presentear os amigos.  Muita gente que visita o mercado  adquire ao menos um produto  para levar pra casa.
 mercato-san-lorenzo
 mercado-san-lorenzo
papaya
Aqui o nosso papaya é vendido em uma banca de produtos peruanos a 6 euros o quilo. Há alguns anos o mercado perdeu sua característica de ser um local apenas com produtos e comerciantes italianos. Devido à imigração, muitos estrangeiros passaram a gestir seu próprio negocio. Reparei que dentre os comerciantes estrangeiros a maioria parece ser peruana e tem clientela cativa que adquire além de produtos não perecíveis, frutas e verduras vindas da América do Sul.
peixe
peixe
mercato-centrale
Um carregador atravessa em meio a residentes e turistas com os carrinhos cheios para reabestecer a banca de frutas. Afinal, às dez da manhã muita coisa já aconteceu em uma feira.


About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Mercato Centrale San Lorenzo' have 9 comments

  1. 19 de agosto de 2013 @ 15:47 Dayla

    Que delícia! Bjs

    Reply

    • 21 de agosto de 2013 @ 11:06 Denya Pandolfi

      Lindo mesmo… vale mesmo entrar, nem que seja apenas para observar. Bj, D

      Reply

  2. 21 de agosto de 2013 @ 20:03 Anônimo

    Oi Denya,

    Como fica lindo a mistura de cores. Ate’ daqui da’ pra sentir o cheiro.
    Belo!

    Saudades.

    Reply

    • 21 de agosto de 2013 @ 21:08 Denya Pandolfi

      Verdade… uma beleza mesmo!!!! Td tirado da natureza, o mais surpreendente. Abraço e obgada pela cia, Denya

      Reply

  3. 23 de agosto de 2013 @ 13:37 Restaurante Nerbone, em Greve in Chianti | Grazie a te

    […] a sua história no Mercado Central de Firenze, há mais de cem anos.  Falei dele esta semana neste post. O Nerbone é o meu restaurante preferido de Greve. Ali você encontra a típica culinária […]

    Reply

  4. 26 de maio de 2014 @ 09:45 O que visitar em 2 dias em Firenze | Grazie a te

    […] produtos frescos para os fiorentinos e acho válido entrar para observar seus costumes. Falamos aqui sobre o […]

    Reply

  5. 1 de setembro de 2014 @ 15:52 Novo Mercado de San Lorenzo, em Firenze | Grazie a te

    […] Firenze e quer observar de perto dos costumes dos fiorentinos. Já falei sobre ele neste post aqui mas hoje mostro pra vocês o novo mercado, que ganhou um andar inteiro de excelentes restaurantes […]

    Reply

  6. 2 de novembro de 2014 @ 17:45 Grazie a te / Novo Mercado de San Lorenzo, em Firenze

    […] Firenze e quer observar de perto dos costumes dos fiorentinos. Já falei sobre ele neste post aqui mas hoje mostro pra vocês o novo mercado, que ganhou um andar inteiro de excelentes restaurantes […]

    Reply

  7. 5 de abril de 2018 @ 12:50 Grazie a te / Roteiro básico para quem vai passar 3 dias em Firenze

    […] de San Lorenzo – Acho imperdível um passeio pelo Mercado central San Lorenzo. No térreo funciona o mercado propriamente dito, com bancas de frutas, verdura, alimentos, […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.