colazione

Os cafés de Firenze

 O café é uma verdadeira mania italiana. E bar em Firenze é o que não falta. Sim, a bebida aqui geralmente é consumida no bar, que diferente do sentido da palavra  no Brasil, não é a bebida alcóolica o principal produto, mas o café. E em todas as suas variantes, além de uma vasta gama de brioches e tortinhas que ficam expostos nas vitrines provocando a nossa gula. Apesar de ser um produto brasileiro, os mestres na arte de preparar o  melhor café são os italianos e hoje informo pra vocês alguns endereços imperdíveis em Firenze.
 cappuccino
E pensar que o expresso mal passa de dois centímetros dentro daquela xicarazinha!  Pedido no balcão o cafezinho custa 1 euro na maioria dos bares do centro de Firenze.

Alguns tipos de café

Na Itália existe uma variedade enorme de cafés, além das versões frias, com gelo ou sorvete e outros tantos com receitas mais sofisticadas. Antes de indicar os vários locais para um café em Firenze vou falar um pouco sobre os tipos mais comuns da bebida.
tipi di caffe italiano-anteprima-400x265-408013
Caffè espresso ou normal: é o tradicional expresso sempre feito na máquina. É o mais consumido e é bem baixinho
Macchiato: expresso com um pouco de leite vaporizado em cima para “manchar” como o próprio nome diz
Ristretto: mais curto que o expresso
Cappuccino: café com o leite vaporizado, para torná-lo cremoso. O chocolate em pó pode ser acrescentado depois, de acordo com o gosto de cada pessoa
Lungo:  café expresso mais longo
Corretto: café com uma pequena quantidade de licor
Caffè latte: café com leite
Caffè D’orzo: preparado sem cafeína

Onde tomar um delicioso café em Firenze 

café
Chiaro Scuro: No Chiaro Scuro tem uma saleta interna aconchegante e com decoração bem caraterística, com motivos de café. Oferecem uma variedade enorme de cafés, com aromas e sabores exóticos como amêndoas, baunilha e morango com azeite balsâmico. Apesar de ser um local fechado, sem vista para nenhuma praça ou monumento, o preço é exagerado. Quem quiser utilizar uma mesa vai desembolsar cerca de 5 euros para alguns tipos. Como location, excelente. Fica no centro histórico, perto do Duomo. Via del Corso, 36r.
DSC_0117
La Ménagère  –  um dos meus locais prediletos!!! No local funcionam um restaurante, que é também floricultura e lojinha com objetos de design para a casa .  Servem tortinhas, doces, salgados, chás, sucos e cafés especiais.  Fica na Via de’ Ginori, 8r

la-menagere

Coronas Bar – um dos melhores cafés de Firenze e num dos pontos mais turísticos da cidade: a Via Calzaioli (que liga o Duomo à Piazza Signoria). Tem um expresso famoso e o serviço é louvável. O expresso vem acompanhado de um copinho de água com gás, cortesia do bar. O lugar é bem simples e certamente se não fosse pela minha sugestão você dificilmente iria escolhê-lo para um café. Coronas Bar – Via Calzaioli, 72 r
DSC_1140
Gilli : Este é um local clássico e elegante. O Gilli é um bar histórico que está neste endereço desde o início do século passado. O local era frequentado por intelectuais, artistas e políticos. Com estilo Liberty, as paredes das salas são de cor clara, com lampadários de Murano e afrescos no teto. Se estiver apenas de passagem e não se importar de tomar o cafezinho em pé, você vai pagar apenas 1 euro. Mas se quiser apreciar a vista da Piazza della Repubblica em uma das mesas da área externa, esse mesmo cafezinho vai sair por  4 euros. Gilli – Piazza della Repubblica
DSC_1137
Ao lado do Gilli fica o Paszkowski, sempre na Piazza della Repubblica. É um dos simbolos das tradições da cidade.O ambiente é elegante e sofisticado. Os doces da casa são uma perdiçao, feitos com uma massa bastante delicada e custam em media 1,80 euro.
cafe
café
giubbe-rosse

Giubbe Rosse: O mais famoso local histórico e literário de Firenze é o Giubbe Rosse, que reuniu no século passado escritores, políticos, pintores e intelectuais. Suas paredes são cobertas de fotos e obras de seus antigos frequentadores.  Sugiro passar por ali ao menos para um cafezinho (de preferência em pé, no balcão,  como fazem os locais, pois atenção ao utilizar o serviço de mesa pois paguei 7,50 euros por um chocolate quente em uma de suas mesinhas com vista para a praça). Giubbe Rosse, Piazza della Repubblica.

giubbe-rosse

 

giacosa

O Café Giacosa fica pertinho das luxuosas ruas Tornabuoni e Strozzi

Giacosa – Excelente pedida para começar o dia! O Caffè Giacosa é caracterizado com elementos típicos do estilo de seu proprietário, o estilista Roberto Cavalli: tecidos de animal print nas mesas e nas paredes, fotos em preto e branco de modelos famosas. Pela manhã, é  o ponto de encontro de gente descolada e elegante que faz ali o pit stop matinal antes de começar a jornada de trabalho.  Caso você já tenha tomado café da manha,  aconselho o Giacosa no meio da manhã ou à tardinha para um bate-papo com amigos ou para relaxar. Um ponto a seu favor é que você pode sentar-se nas mesas da parte interna sem pagar nada a mais por isso. É um dos poucos locais que não cobra taxa de serviço para utilizar as mesas.  E se quiser presentear alguém com vinhos e chocolates finos, o bar vende confecções assinadas Roberto Cavalli, todos em caixinhas animal print, um luxo.  Giacosa – Via della Spada, 10 (ao lado da loja de Roberto Cavalli). Encerrou as atividades em julho de 2017

 

Caffè degli Artigiani– Este é um lugarzinho bem pequeno numa charmosa esquina do tranquilo bairro de Santo Spirito, no Oltrarno. Aqui nas redondezas existem muitas bodegas de artesãos, portinhas minúsculas onde artistas colocam a criatividade e a manualidade em ação. E o bar reflete esse espírito. Nas paredes várias fotos com um close no rosto dos frequentadores e muitos elementos vintage fazem do local simples um bar aconchegante. Fica na piazza della Passera
caffe-degli-artigiani

A expressão “vamos tomar um café” é praticamente uma forma de sugerir um encontro. E é em torno de um convite para um cafezinho que muita coisa pode acontecer

Ditta Artigianale – com mais de uma sede na cidade, este é um coffee-bar com ambiente moderno, jovem e frequentado por clientela internacional que escolhe o local para encontro de negócios e para trabalho. Servem uma gama bem variada de cafés e os preços não são nada econômicos, mas ninguém vai te dar pressa caso precise passar uma manhã inteira na frente do seu computador. A primeira  filial de Firenze foi inaugurada na via dei Neri , número 32r, depois na via dello Sprone, no Oltrarno, 5r ;  e agora também na via Cavour, 50r.

Deixo uma dica para quem não quer desembolsar muito, principalmente nos locais mais turísticos, como nos bares perto das famosas praças da cidade: basta pedir “al banco”. Isso significa que você não irá utilizar o serviço de mesa e sim saborear o seu café em pé, próximo ao balcão. Em média você paga três vezes mais para consumir sentado.

Posts relacionados:



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Os cafés de Firenze' have 11 comments

  1. 14 de outubro de 2013 @ 15:01 Dani Bispo

    Seu post veio bem a calhar já que normalmente reservamos hotéis sem café da manhã justamente para poder experimentar essas delícias Italianas. Tomar café da manhã em um bar na Itália faz parte da cultura do país. Eu AMOOOO
    Dicas anotadissmas bjs
    Dani Bispo

    Reply

    • 15 de outubro de 2013 @ 14:12 Denya Pandolfi

      Oi Dani, eu no início não conseguia entender esse costume do café-da-manhã no bar. Aí depois que vc começa a frequentar e experimentar essas delícias e isso passa a fazer parte da rotina. Ao menos uma vez por semana eu faço isso e adoro!!! Beijoca pra vc, Denya

      Reply

  2. 14 de outubro de 2013 @ 15:41 Aghata Pandolfi

    Apaixonante!!! Muita saudade!!!

    Reply

    • 15 de outubro de 2013 @ 14:13 Denya Pandolfi

      Estamos aqui te aguardando para te ajudar a matar a saudade! Vms adorar te receber. Um Bj grande, Denya

      Reply

  3. 14 de setembro de 2015 @ 16:12 Grazie a te / Dicas úteis para quem visita a Itália

    […] Bar – a utilização refere-se quase sempre ao local onde se toma um café ( e aqui você toma o cafezinho nos balcões,  em pé mesmo). Nos bares aqui na Itália também servem bebidas alcoólicas mas a palavra é usada sobretudo quando nos referimos a tomar café. Os bares são praticamente pontos de encontros e estão sempre cheios, especialmente pela manhã, pois é uma mania italiana tomar café no bar. Claro que nos bares encontramos também doces, biscoitinhos, salgadinhos e no horário do almoço alguns servem “primo” (pasta) ou na maioria das vezes expõem pratos já preparados. Dica para os que querem economizar: peça e tome seu cafezinho no balcão mesmo. Lembre-se que ao utilizar a mesa é capaz que o preço dobre ou dependendo, triplique de valor. Quem quiser saber mais sobre onde tomar um delicioso café em Firenze pode saber mais lendo este post aqui. […]

    Reply

  4. 15 de outubro de 2015 @ 21:58 Grazie a te / Dicas de Firenze

    […] E claro, quem visita a Itália não pode deixar de tomar um bom café, uma mania nacional. Para os apreciadores da bebida a cidade oferece muitas opções. A  gente te orienta com endereços dos melhores locais para degustar um cafezinho e ainda explica um pouco sobre os tipos de café, que são muitos! Veja aqui. […]

    Reply

  5. 29 de fevereiro de 2016 @ 08:46 Grazie a te / Quanto se gasta por dia para visitar Firenze?

    […] ou brioche, custam 1 euro. Duplique ou triplique o valor caso você queira se sentar. Explico tudo aqui sobre os […]

    Reply

  6. 14 de abril de 2016 @ 19:15 Viagens gastronômicas - Café - Cantinho de Ná

    […] Pandolfi do blog Grazie a te tem mais sobre o […]

    Reply

  7. 4 de maio de 2016 @ 17:03 Grazie a te / As melhores confeitarias de Firenze

    […] Para quem quiser explorar a rota dos cafés aqui de Firenze,  basta um click  aqui. […]

    Reply

  8. 1 de junho de 2016 @ 18:23 Grazie a te / Hábitos alimentares dos italianos

    […] desjejum seja no bar onde as pessoas geralmente optam por um café com brioche (veja mais detalhes aqui).  Em casa,  as famílias costumam consumir pão com geleia, biscoitos, café com leite ou […]

    Reply

  9. 23 de setembro de 2016 @ 14:08 Grazie a te / Turistas pagam mais caro para consumir?

    […] Caso queira dicas de cafés de Firenze, clique aqui. […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.