Pistoia

Pistoia, a Capital Italiana da Cultura de 2017

15871868_1315598031794753_7351837370845550633_n

A cidade toscana de Pistoia é a Capital Italiana da Cultura de 2017.  A primeira vez que estive na cidade foi para assistir ao show de Caetano Veloso durante o Pistoia Festival, em 2006, na piazza Duomo. Pena que naquele dia havíamos chegado em cima da hora para o espetáculo e não pudemos conhecer a cidade. Durante sua apresentação Caetano comentou que havia visitado o cemitério militar brasileiro na cidade que eu nem sabia que existia. Estive recentemente em Pistoia onde fui  recebida pela minha amiga Michela Ricciarelli, food-tour guia e acompanhante (língua inglesa) e autora do blog Passion4Food4Fashion e simplesmente fiquei encantada com a cidade, que dista apenas 30 Km de Firenze e é cheia de  beleza com lindos monumentos arquitetônicos e que guarda um pouquinho da história do nosso amado Brasil da época da 2ª Guerra Mundial.

Pistoia

O centro histórico de Pistoia é pequeno e você vai poder explorar a cidade a pé. São diversos monumentos em estilo românico e renascentista, principalmente igrejas, que merecem ser visitadas

Pistoia

A sempre sorridente Michela, orgulhosa e apaixonada por sua cidade natal. Em sua companhia fizemos um tour pela cidade para conhecer suas principais atrações

Pistoia

Durante o ano Pistoia vai mostrar o seu ritmo de vida e promover diversas atividades culturais

Com cerca de 90 mil habitantes, a graciosa Pistoia, situado aos pés dos Apeninos, fica entre as cidades de Firenze e Lucca. Apesar de ser uma cidade cheia de história e riquezas arquitetônicas, pouco se escuta sobre essa linda e hospitaleira cidade.

Pistoia

Pistoia

Fundada pelos romanos no século II A.C, é provável que a origem de Pistoia seja etrusca

Pistoia foi premiada não apenas pela riqueza de seu patrimônio artístico e arquitetônico mas também pelo incentivo que a administração concede promovendo e incentivando projetos e iniciativas que valorizam a identidade e  as tradições locais.  Pistoia está se empenhando para ser um modelo de cidade média européia que promove a cultura e que investe num estilo de vida eco-sustentável . Vamos agora curtir e admirar as belezas de Pistoia através das fotos de Michela, que nos apresenta suas principais atrações, que podem ser visitadas num passeio de 1 dia na cidade:

“O centro historico de Pistoia é uma bomboniera, pequeno mas que engloba toda a vida da cidade”

Pistoia

15895235_1317497434938146_1019346617742929341_n

16117387_10208195584269180_1670994016_n-1

Pistoia

 

Locais de interesse para quem visita a cidade de Pistoia:

Piazza del Duomo  – A gente começa o passeio nesta praça, que é o centro histórico e artístico da cidade e que abriga as principais construções de Pistoia, como a Catedral de São Zeno, o Batistério, o Palazzo Comunale, o Palazzo dei Vescovi e o Palazzo Petrorio. Na Idade Média era neste local que iniciavam o caminho italiano dos peregrinos que  partiam para Santiago de Compostela.

pistoia

Música na piazza del Duomo

Piazza-Duomo

A mãe de Michela e suas amigas numa manhã ensolarada de inverno na piazza del Duomo

pistoia

Cattedrale di San Zeno  –  A Catedral de São Zeno, construída no século 10 é em estilo românico.  A fachada foi reformada entre  1379 e 1449. No seu interior o famoso altar de prata que demorou mais de 250 anos para ficar pronto.

Pistoia

piazza-duomo

O mercadinho que acontece todos os dias pela manhã na praça do Duomo

img_6608

Batistério – Em frente à igreja encontra-se o Batistério de San Giovanni in Corte, que apresenta uma forma octogonal com sua fachada em mármore branco e verde com arquitetura gótica.

Pistoia

Palazzo Comunale –  Construído entre os séculos 13 e 14, o edifício, em pedra serena,  é a  sede da administração pública da cidade e do Museo Civico, o principal museu da cidade, inaugurado em 1922. Conhecido também como Palazzo degli Anziani e Palazzo di Giano.

pistola-toscana

palazzo-petrorio

Com ironia, Michela fala: Não podemos deixar de notar que cada um dos prédios continua a desenvolver a função para as quais foram construídos: se casa no Catedral, se divorcia no tribunal e volta a se casar no Comune

Palazzo del Podestà ou Petrorio – sede do tribunal, o Palazzo Petrorio, construído no século 14, é famoso pelo seu pátio interno com os estemas dos magistrados. No pátio são realizadas diversas manifestações culturais.

Palazzo-petrorio

O lindo pátio do Palazzo Petrorio

Il Campanile – é possível visitar a Torre Campanária, que tem 67 metros.  São aproximadamente 200 degraus que levam os visitantes até os 60 metros de altura de onde podem admirar a cidade do alto.

16128637_10208192878561539_291119738_n

Pistoia

Piazza della Sala: onde acontece diariamente o mercado de fruta e verdura e onde existem diversas bodegas históricas, enotecas e delicatessens. À noite é o local mais cool e é onde os jovens pistoienses  se encontram : é cheia de locais para fazer aperitivo e jantares a preços modestos. Il Gargantua e il Voronoi são os locais mais da moda.

Piazza-della-Sala

Hospital del Ceppo – A poucos passos da praça do Duomo (na Praça Giovanni, 23) encontra-se o Ospedale del Ceppo, fundado em 1277  que funcionou até 2013 (todos da família são nascidos ali) con o famosa fachada com obras do escultor  Buglioni. É possível fazer o o percurso de Pistoia subterrânea, com visita ao Museo dei Ferri Chirurgici, com objetos da escola de Cirurgia Pistoiense dos séculos 18 e 19. Visita a pagamento.

img_7751-0

pistoia

Biblioteca Forteguerriana – Pistoia conta com uma biblioteca antiga fundada em 1473, a Biblioteca Forteguerriana, que ganhou o nome do seu fundador, o  Cardeal Forteguerri. Fica na piazza della Sapienza.

Basilica della Madonna dell’umiltà –  Consagrada em 1582, a basílica della Madonna dell’Umiltà, com sua cúpula renascentista,  é um dos símbolos da cidade. Realizada por Vasari, sua cúpula tem 59 metros e é avistável de diversos pontos  da cidade.

Pistoia

Basilica-della-Madonna-dell'Umiltà

Basilica della Madonna dell’Umiltà

cupola

A Igreja de San Giovanni Fuorcivitas e Sant’Andrea, que possui o famoso pulpito de Santo André realizado por Giovanni Pisano (1279 -1301), são outras igrejas que merecem uma visita.

Pistoia-Toscana

Fachada da igreja di San Giovanni Fuorcivitas

Chiesa-del-Carmine

A Igreja del Carmine não é sempre aberta ao publico, apenas quando acontecem mostras e eventos

Chiesa-San-Paolo

Do século 10, a igreja de São Paulo

img_5058

Arredores de Pistoia

Para quem quiser dedicar mais de 1 dia à cidade e quiser conhecer outras localidades fora do centro histórico, aqui vão as dicas:

Pistoia Nursery Park – É uma área verde, um maravilhoso showroom de plantas, o primeiro na Europa onde é possível  passear por entre os mais  lindos e cenográficos exemplares existentes. Para visitas, contatar a empresa. Fica na via Vecchia Pratese.

Abetone –  Este é o principal  destino de inverno da Toscana para os amantes de modalidades esportistas de montanha.  O Abetone é uma cidadezinha com menos de 700 habitantes e está a quase 1400 m acima do nível do mar e possui 50 Km de pistas de esqui. É um excelente destino para quem gosta de caminhadas e trekking. O Abetone fica a 50 Km de Pistoia e a 70 Km de Firenze.

abetone

Parque de Pinóquio – Pistoia é uma cidade kidsfriendly com muitas atrações interessantes para os pequenos! A terra onde nasceram as aventuras do boneco Pinóquio é Collodi, cidade que pertence à província de Pistoia. No mesmo complexo, em frente ao parque,  tem a Butterfly House, um verdadeiro jardim tropical que é uma lindeza! E em Collodi também fica o maravilhoso  jardim da historica da Villa Garzoni, repleto de labirintos e estatuas. O Parco di Pinocchio fica na via San Genaro, 3, em Collodi. Para valor dos ingressos ver no site pois existem diversas opções, de acordo com as atrações.

Zoológico de Pistoia – Nas colinas pistoienses, numa área de 7 hectares, fica o zoológico de Pistoia, com mais de 400 animais. Aberto ao público diariamente às 9.30 com horário de fechamento diferenciado na temporada de inverno e verão.  O ingresso custa 11 euros para crianças (de 3 a 10 anos) e 15 euros adultos. Via Pieve a Celle Nuova, 160.

Pistoia

As verdes colinas nos arredores de Pistoia

pistoia

Do século 14, outra atração é a Fortezza de Santa Barbara

Restaurantes nos arredores do centro histórico:

Il pollo d’oro  – Existe desde 1962 em Pistoia e é primeira pizzaria d acidade e restaurnate com pratos tradicionais toscanos, com menu vegano e vegetariano

pizza

A pizza do Il Pollo d’oro, que faz também deliciosas focaccias

Rafanelli  – Pratos da tradição como a bistecca alla fiorentina (top) e vasta escolha de vinhos de alto nível (fica na zona San Agostino, area industrial)

Toscana Fair – A família Mati, que cultiva plantas desde 1909 , inaugurou  há poucos anos o Toscana Fair, graças ao amor pela natureza, pelas tradições gastronômicas e pelo território. Legumes e verduras plantados numa esplêndida area verde abastecem o restaurante, numa location elegante e em meio à natureza. Fica na via Bonellina, 46

Locais no centro da cidade:

Sorveteria – MA NI , bem perto ao Battistero. Sorvete feito com ingredientes de primeira qualidade!
Panetteria –   Ballati sulla Sala
Alimentari – da Romolo , onde a gente encontra uma grande variedade de produtos típicos toscanos
Produtos típicos –  la Botte Gaia , na rua di Stracceria e Le Golosità in via Roma para chocolates

Onde tomar um bom café – Grand Cafè le damier, Cafè du globe e Pasticceria da Armando. Um local muito interessante é o Bar Nazionale. Neste bar existe uma sala dedicada para a leitura. Até 1 ano era um salão de slot machine que foi transformado em biblioteca da amizade.  Optaram por um lucro menor a favor da cultura.  Todos podem deixar e pegar livros. Fica naVia Frosini

Monumento Votivo Militar

Depois do nosso passeio pelo centro histórico de Pistoia, Michela nos levou até o cemitério de Pistoia, onde haviam sido enterrados os membros da FEB – Força Expedicionária Brasileira – que morreram durante a 2ª Guerra.  O cemitério deu lugar ao Monumento Votivo, erguido em 1967 .

monumento-votivo

O Monumento Votivo Militar fica a poucos minutos do centro de Pistoia. O projeto é de Olavo Redig de Campos, discípulo de Niemeyer

Mais de 25 mil soldadas deixaram o Brasil para lutar na Europa. Desses, 465 perderam suas vidas nas montanhas na região central da Itália. Em memória aos nossos heróis nacionais foi fundado um cemitério militar brasileiro na cidade de Pistoia, em 1945.  Nos anos 50 os restos mortais dos soldados foram transportados e enterrados no Aterro Flamengo, dando lugar ao Monumento Votivo.

cemiterio-guerra

Em 1967 foi erguido o Monumento Votivo, atualmente administrado pelo brasileiro Mario Pereira, que com grande amor e carinho conserva parte da memória do nosso país

O Monumento Votivo Mititar  é administrado por Mario Pereira, filho do único pracinha que morava aqui, o tenente Miguel Pereira. Depois da morte do pai ele passou a cuidar do local. “Aqui estiveram enterrados 462 dos 465 mortos das Forças Armadas Brasileiras, soldados da FEB e pilotos do grupo de caça. Este que se encontra aqui seria o de nº 463,  pois 2 corpos nunca foram encontrados. O soldado desconhecido permanece aqui representando todos os que aqui estiveram enterrrados”, explica Mario, que  administra também o museu que foi inaugurado no local em 2012, que apesar de ter um pequeno acervo, guarda a memória dos pracinhas e ajuda a contar esse importante momento histórico vivido pelos nossos compatriotas através de fotografias e objetos da 2ª guerra.

cimitero-guerra

No local funciona um museu onde podemos conhecer os objetos que foram usados pelos pracinhas, como os telefones, capacetes, uniformes dos combatentes e os uniformes das enfermeiras (vieram 67 enfermeiras brasileiras)

O Monumento Votivo fica na Via delle Sei Arcole

Grazie di cuore Michela e Mario!!! 

Espero que tenham gostado do nosso passeio por Pistoia!  Para um bate e volta saindo de Firenze você pode optar pelo carro, ônibus (trajeto dura 50 minutos com saída nas proximidades da estação ferroviária) ou trem. O percurso de trem dura 33 minutos (€ 4,40),  dependendo da categoria do trem. Você pode desembarcar no centro da cidade e dali começar o seu passeio para descobrir as belezas de Pistoia.

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Pistoia, a Capital Italiana da Cultura de 2017' have 2 comments

  1. 1 de abril de 2017 @ 19:03 Grazie a te / A experiência de esquiar na Doganaccia, na Toscana

    […] Tem gente que se surpreende ao saber que é possível esquiar na Toscana. É  que geralmente associam a região às paisagens com suas suaves colinas verdes, burgos medievais e cidades de arte.  Mas a Toscana é também um ótimo destino para quem curte turismo esportivo.  Mostro aqui a estação da Doganaccia,  uma fração de Abetone Cutigliano, na província de Pistoia. […]

    Reply

  2. 16 de abril de 2018 @ 12:41 Grazie a te / As principais atrações de Pisa, a cidade da torre inclinada

    […] a 95 Km de Firenze,  a  20 Km de Lucca, a 24 Km de Vinci (terra de Leonardo), a   54 Km de Pistoia (capital italiana da Cultura de 2017), a 75 Km de Certaldo, 39 Km de Pietrasanta e a 68 Km de […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.