il-vescovino

Restaurante Il Vescovino, no Chianti

Eu já tinha ouvido falar do restaurante Il Vescovino, no Chianti, porque algumas leitores do blog me enviaram mensagens com feedback positivo dizendo que eu precisava experimentar e conhecer a família de brasileiros que comanda o local há 5 anos. E recentemente estive com o grupo Tuscany Bloggers, depois da nossa visita à Chianti Cashmere, evento organizado por Babi do Viva Toscana e Ksenia do Toscanissimi. E  tive a maior surpresa ao chegar lá naquele terraço espetacular pois lembrei-me que na verdade eu já tinha estado no local há 15 anos!  Aquela vista espetacular da Conca d’oro é única! Foi uma deliciosa sensação ter identificado o local do restaurante que eu havia visitado (e esquecido o nome).

Panzano

Visitamos o restaurante em fevereiro, em pleno inverno e mesmo assim a vista não decepciona. Mas já imaginaram degustar os pratos que prepara o Sérgio com uma vista dessas?

 

il-vescovino

A família Roncaratti recebeu nosso grupo com muitas delícias. Estes são os antepastos toscanos acompanhados de vinho tinto. Presuntos, salames e queijos e crostini em várias versões

 

comida-toscana

Culinária tipicamente toscana com produtos de qualidade. Os responsáveis por todas essas delícias são Sergio e a nora Bruna

 

il-vescovino

Depois de um recesso de inverno com fechamento por um pequeno período, o restaurante Il Vescovino abriu as portas exclusivamente para o nosso grupo, dando início à nova temporada

 

il vescovino

O nosso grupo: Marcela, Claudio e Anita, meus filhos Bruno e Lorenzo, Veronica, Gloria, Ksenia, Barbara, Erika e Marco (autores da foto)

 

O restaurante Il Vescovino, localizado em Panzano in Chianti, é especializado na culinária toscana. Renata e Sérgio Roncaratti, paulistas da da cidade de Barretos, oferecem um menu preparado à base dos produtos encontrados em cada estação.  O fornecedor de carnes é Dario Cecchini, amigo da família, e mais famoso açougueiro do mundo.

il-vescovino

Gente querida no comando do Il Vescovino: Renate e Sergio, com o filho e a nora Bruna, de Barretos, Sergio e Bruna trabalham na cozinha e Renata e o filho Felipe trabalham na sala

O chef do restaurante é Sérgio, filho de uma família que se dedicava à mecânica, é neto de italiano que imigrou no Brasil com a família com  contrato de trabalho para fazer as rodas do bondinho do Cristo Redentor no Rio de Janeiro.”Meu pai não aceitava ter um filho cozinheiro no Brasil da década de 80. Ainda na juventude abri  um negócio de escapamentos e fui fazendo todos os cursos e viagens possíveis para aprender e aprimorar a minha cozinha. Foi só depois de muitos anos que tive a coragem necessária para ir contra a ideia da minha família e me dedicar exclusivamente à minha maior paixão”, revela Sérgio. Neste post, ele e a esposa Renata contam sobre a decisão de fixar residência na Itália:

1 – Por que escolheram Panzano para viver?

Renata: O Serginho tinha a cidadania italiana, já que os avós paternos são Roncaratti de Verona e os avós maternos são Biancchini de Varese. Havíamos 2 restaurantes italianos em Barretos, nossa terra natal, no estado de São Paulo e sonhávamos em um dia aposentar e viver na Itália. Ao visitar Panzano, muitos anos atrás, para conhecer o famoso açougueiro Dario Cecchini, ficamos encantados com a cidade e nosso sonho se tornou aposentar e um dia viver em Panzano. Depois de muitas visitas à cidade e uma amizade que acabou crescendo, Sérgio foi convidado por Cecchini para ficar aqui 2 meses trabalhando em seus restaurantes e no frigorífero. Era setembro de 2014, quando eu e meu filho viemos buscá-lo. O Il Vescovino fechou as portas e estava disponível. Tudo indicava que o Brasil viveria uma crise a curto prazo, havíamos a possibilidade de mudar e nosso filho aprovou a mudança. Decidimos que era uma boa oportunidade e aqui estamos.

2- Quais são os maiores desafios de trabalhar neste setor aqui na Itália?

Sérgio: De modo geral, é muito mais fácil ter um restaurante na Itália do que no Brasil: os produtos são melhores, os fornecedores estão mais perto e então mais disponíveis, o horário de abertura é mais curto, é aceitável fechar o negoócio para tirar ferias, a legislação trabalhista permite contratar funcionários temporariamente, etc. Por outro lado, a clientela é internacional, assim talvez o maior desafio seja falar várias línguas.

3- O que mais aprecia na culinária italiana?

Os produtos frescos e orgânicos.

il-vescovino

Essa foi uma das sobremesas servida: pera ao vinho e canela, super gostosa!!! Aqui voce encontra não apenas delícias da culinária toscana, mas simpatia e muito calor  humano!!!

 

Restaurante Il Vescovino

Via Ciampolo da Panzano, 9

Panzano – Chianti

 

 

Adquira os seus bilhetes sem impressão e sem fila. É pratico e simples, clique aqui.

 

Posts que podem interessar:

Quando o melhor remedio é a leitura

A síndrome de Stendhal 

Pratos típicos da Toscana

Amor à distância 

O artista Michelangelo 

Basilica de San Minaot al Monte

As lojas de luxo em Firenze

O conceito do slow travel

A cúpula do Duomo de Firenze

Festas medievais na Toscana 

Hospedagem em apartamento em Firenze

Bicicletas em Firenze

Aldravas italianas

Burano, a ilha colorida de Veneza

Você raspa o prato?

Refeições ao ar livre em Firenze

Mercado Central de Firenze



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Restaurante Il Vescovino, no Chianti' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.