Bate-volta de Firenze a Roma

Dedicar apenas 1 dia para visitar Roma vai te deixar com gostinho de quero mais. Definitivamente não basta só 1 dia na Cidade Eterna.  A primeira vez que estive em Roma, há quase 20anos,  passei 1 semana e não conheci tudo o que deveria. Ah, como foi bom poder explorar a cidade com calma!  Mas claro que nem sempre é possível. Voltei à Roma  outras vezes e continuo me surpreendendo com sua irretocável beleza.  Estive em Roma recentemente para emitir meu passaporte brasileiro, já que não é possível fazê-lo aqui em Firenze, e passei um dia inteiro na cidade. Muita gente que vem aqui pra Toscana me pergunta se vale a pena fazer um bate-volta para Roma. Acho que sim, principalmente se você sair cedo e voltar no final do dia. Opte pelo trem direto:  saindo da estação Santa Maria Novella até Roma Termini, a viagem dura 1h32 minutos. Vou dividir o meu dia com vocês dizendo o que consegui visitar.

Desembarquei em Roma na estação Termini e dali mesmo tomei um ônibus até as proximidades da piazza Navona, num percurso que durou menos de meia hora. O consulado  fica na Piazza di Pasquino.  Peguei a minha senha e como tinha muita gente na minha frente e não queria perder tempo, saí para dar uma volta nas redondezas.

roma

Nos arredores do prédio onde fica o consulado a gente se depara com cantinhos cheios de charme, muitas lojinhas, bares e cafés tradicionais.

roma

comida-italiana

Depois de um cafezinho, fui fazer hora na Piazza Navona, que fica a uns 5 minutinhos do consulado.  Passei um tempo observando os vendedores de souvenirs, os moradores aposentados  – que pelo que pude perceber, se reunem ali diariamente para jogar conversa fora – e o grande vai-vem de turistas.

navona

A praça queridinha dos romanos. A piazza Navona é frequentada por intelectuais, artistas, jovens e muito amada pelas famílias romanas. Deixe-se envolver pela atmosfera do local!

A Praça Navona é  decorada com 3 fontes: a fonte do Mouro, fonte dos rios e fonte de Nettuno. Acolhe a ilha de Santa Inês, o Palácio Pamphili e a Embaixada Brasileira.

Roma

Adoro a energia dessa praça, circundada de bares e restaurantes com suas cadeiras posicionadas para a magnífica pizza Navona.

 

DSC_0482

Arredores da Piazza Navona. A praça é rodeada de ótimas cafeterias e sorveterias

 

Depois de me infiltrar entre os turistas locais e perambular por cada cantinho da praça voltei ao consulado, dei entrada nos documentos e me falaram que eu poderia retornar às 14 horas para pegar os passaportes. Come já era  horário de almoço, escolhi um restaurante ali perto para almoçar, voltei para pegar os passaportes e segui em direção ao Pantheon.

pantheon

É originalmente politeísta, já que seu arquiteto, Marcus Agrippa, dedicou-o a uma série de deuses. Mas ao longo de seus mais de 2 mil anos de existência teve outras serventias religiosas – desde o século 7 é um templo católico – e passou por diversas transformações, parte delas devido aos incêndios que afetaram a edificação

O Panteão (Pantheon) é o monumento mais bem preservado da Roma Antiga, considerada uma obra da engenharia sem igual, com a maior cúpula de alvenaria jamais construída.  A entrada é gratuita.

pantheon

O templo e seu imenso salão circular

Depois do Panteão continuei a pé em direção à  Fontana de Trevi,  que é a maior fonte barroca da cidade.  A fonte passou por alguns restauros e o último foi em novembro do ano passado e está mais bela do que nunca!

fontana-trevi

Beleza que impressiona! Construída em 1762, a fonte é feita em mármore travertino e mármore de Carrara e é um dos maiores símbolos da Cidade Eterna

Uma das atrações mais disputadas é a Fontana de Trevi, sempre muito lotada de turistas. Segundo a lenda, jogando uma moedinha na fonte você garante o seu retorno à cidade. E na dúvida todo mundo segue à risca!

fontana-trevi

Admirável a grandiosidade e beleza de alguns monumentos, como a Fontana de Trevi, cenário de famosa cena do filme de Fellini, La Dolce Vita

Continuei meu passeio passando pelo imponente Altar da Pátria, construído em honra à Vittorio Emanuele II, o primeiro rei da Itália (que foi unificada em 1861).  De uma imponência quase assustadora, o monumento é controverso desde a sua construção,  pois foi necessário destruir grande parte do monte Capitolino, que guardava vestígios medievais para a sua construção. A atração tem um elevador panorâmico que leva até o terraço do prédio onde é possível apreciar diversas atrações da cidade.

Roma

O Monumento à Vittorio Emanuele foi inaugurado em 1911 mas a conclusão deu-se em 1935. A obra de 70 metros de altura é de mármore branco Botticino e dentre os apelidos que já recebeu estão elefante branco, máquina de escrever e bolo de casamento

A 5 minutos a pé do Vittoriano, estão o Coliseu e Fórum Romano, os  marcos do Império Romano. Apenas passei pelas atrações pois já havia visitado as 2 e o meu tempo começava a ficar mais apertado.

Coliseu

O Coliseu foi construído entre os anos 70 e 90 d.c. e é uma das 7 maravilhas do mundo moderno

O imponente Coliseu, ou Colosseo, é o maior símbolo de Roma.  Neste enorme anfiteatro eram organizadas lutas entre gladiadores e animais selvagens, como leões e leopardos e também rinocerontes, elefantes e crocodilos. Sua arena é de 85 por 53 metros e as lutas e os combates que aconteciam no local levavam o público ao delírio. Podia acomodar entre 45 e 55 mil espectadores. No começo da Idade Média o edificio deixou de ser usado para entretenimento passando a ser utilizado para habitação, oficina,  sede de ordens religiosas e templo cristão. Visitar o local e relembrar a sua história é emocionante! A entrada é grátis no 1º domingo do mês.

Coliseu-roma

O Coliseu, maior símbolo da cidade de Roma foi construído no período da Roma Antiga . Atualmente restam 2/3 da sua estrutura original

 

Roma

Pertinho do Coliseu fica o Arco de Constantino, inaugurado no ano de 315

 

Ruínas do fórum  – Este era o mais importante centro comercial da Roma Imperial e onde também funcionam os principais prédios burocráticos da cidade. Foi durante muitos séculos o centro da vida pública de Roma. Este era o local de cerimônias,  eleições,  debates, processos criminais e mercado.

forum

Depois de passear por esta região que abriga tanta riqueza da Antiguidade Romana,  solicitei o serviço dos rapazes que trabalham com as bicicletas e pedi que me levasse até a Piazza di Spagna. Paguei 10 euros e o percurso durou uns 10 minutos.

DSC_0534

Elegante, com lojas de grifes nas proximidades, a via dei Condotti, é a 5ª avenida de Roma

Piazza di Spagna é outra praça que desperta fascínio. Na primavera e no verão as flores ornam as escadarias e é um verdadeiro espetáculo! Mas devido aos trabalhos de restauração este ano a escadaria não vai ganhar flores.  Mas o cenário é belíssimo de qualquer jeito! A minha visita a esta maagnífica e mágica cidade terminou aqui na piazza di Spagna, de onde peguei um táxi para estação de trem para retornar para Firenze.

DSC_0540

No alto, a igreja Santissima Trindade dos Montes. e a fonte da Barcaccia (Barcaça) devido ao formato , em estilo barroco

DSC_0538

 

 

Compre ingresso para as principais atrações de Roma:

Clique aqui para adquirir os bilhetes e saber mais detalhes.

 

Como não sou tão expert em Roma pois a frequento raramente como turista, solicitei ajuda a algumas moradoras da cidade pedindo para indicar 5 passeios imperdíveis em Roma para quem tem apenas 1 dia na cidade. Patrícia, do Guia de Roma, tem um programa chamado Roma Maluca, para os que têm bastante energia e querem ver “tudo” (das atrações básicas, ela frisa) em apenas um dia, num passeio que inclui também o Vaticano.  “Calculando 3 horas no Vaticano, o passeio prossegue para o Coliseu,  praças de Roma, Fontana di Trevi, Pantheon,  Piazza Navona e Piazza di Spagna. Mas tem que ter pique!”.

A Ana Venticinque, do blog Vou pra Roma indicou os seus passeios imperdiveis:  “Coliseu, Pantheon, Fontana di Trevi, Piazza Navona e Basilica San Pietro, pensando que não daria tempo para visitar os Museus Vaticanos. Essas são para mim as que daria para ver em um dia, são as atrações mais importantes”.

Já Luciana Rodrigues, do blog Roma pra Você revela os seguintes passeios: “terraço panorâmico do Vittoriano, Fontana di Trevi cedinho antes que cheguem os turistas, bater perna pelo Trastevere, subir na cúpula da Basílica de São Pedro e, claro, o Coliseu. Quem estiver aqui na primavera e verão deve aproveitar a chance de visitar os subterrâneos e o terraço panorâmico ou fazer uma visita noturna. Dicas imperdíveis.”

E pra vocês, quais são as atrações imperdíveis na bela Roma?

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Bate-volta de Firenze a Roma' have 16 comments

  1. 21 de abril de 2016 @ 18:31 Ana - voupraroma

    Adorei ver a versão contrária do Bate e Volta de Roma a Firenze… Ficou muito bom!
    Claro que Roma tem muitas coisas maravilhosas para se ver…Mas os turistas sempre querem ver aquelas mais importantes e famosas primeiro, isto é normal! E em um dia acho mesmo melhor focar nas atrações mais desejadas!
    bacio di Roma
    Ana

    Reply

    • 21 de abril de 2016 @ 18:36 Denya Pandolfi

      Oi Ana, isso mesmo… o negocio é se concentrar em apenas algumas atrações. E depois programar outra viagem e passar mais tempo, hihihi 😉 .Roma sempre deixa gostinho de quero mais, adoro essa cidade! Bacione, Denya

      Reply

  2. 22 de abril de 2016 @ 14:29 Tati

    Fiz isso no começo desse mês, fui à Itália por 10 dias e estava hospedada em Florença. Fiquei meio na dúvida se deveria fazer o bate e volta para Roma ou Assis. Acabei escolhendo Roma, que não conhecia. Adorei a cidade, é belíssima, limpa. Também gosto de não esgotar os passeios numa cidade para sempre querer voltar. Só entrei no Coliseu/Palatino/Foro Romano, e depois fui passeando pela cidade para ver o Pantheon, Piazza Navona, Fontana de Trevi e Boca de la Verita. Acho que foi quase o que vc colocou aqui. Dá pra fazer tudo a pé (de tênis, por favor), muito lindo.

    Reply

    • 24 de abril de 2016 @ 17:49 Denya Pandolfi

      Oi Tati, conseguiu passear bastante em Roma, é isso ai! Sempre digo isso: tênis, sempre. Bom mesmo não esgotar as atrações… assim a gente volta para conferir o que não conseguiu. E em cada viagem a gente vê a cidade com outros olhos, interessante demais. 😉 Obrigada pela visita e super beijo! Denya

      Reply

  3. 27 de abril de 2016 @ 20:23 Katia Holanda

    Adorei o Bate e Volta , ótimas dicas , ??

    Reply

    • 27 de abril de 2016 @ 22:08 Denya Pandolfi

      Oi Katia,
      Obrigada! Dá pra aproveitar um dia inteirinho em Roma, cidade maravilhosa, com tantas atrações interessantes!!! Ficará o gostinho de quero mais, rsrs. Abs, Denya

      Reply

  4. 29 de abril de 2016 @ 15:58 Luciana Rodrigues - Roma Pra Você

    Obrigada por compartilhar as dicas :-). Espero que possamos nos encontrar esse verão.

    Reply

    • 29 de abril de 2016 @ 22:22 Denya Pandolfi

      Obrigada pela participação Lu! Vamos combinar outro almoço neste verão? Você vai aparecer por aqui? Espero que anime! Devo ir à Roma em setembro. Bacione, Denya

      Reply

  5. 30 de abril de 2016 @ 00:11 ILMA MADUREIRA

    Gostei deste bate volta “ao contrário, vamos assim chamar.
    Realmente com pouco tempo é melhor concentrar as energia em poucos lugares.
    Tirando os “clássicos” – Coliseu, Vaticano, eu fico com as Piazzas que voce citou que adoro, o Pantheon e Galeria Borghese e seus jardins e a Fontana de Trevi (que ano passado quando estive em Roma ainda estava em obra) – motivo para voltar mais uma vez, claro.
    Parabéns pela fotos também. 😉

    Reply

    • 30 de abril de 2016 @ 15:55 Denya Pandolfi

      Oi Ilma, Roma é fascinante. Adoro suas praças! Obrigada pela visita… beijos! Denya

      Reply

  6. 30 de janeiro de 2017 @ 23:36 Grazie a te / Dicas de programas para quem visita Roma no inverno

    […] Guy. Como eu trabalhei na sexta, peguei um trem em Firenze no final do dia (neste post falo sobre bate e volta Firenze-Roma).  Portanto, o blogtour começou no sábado pra mim. De manhã participei de um café-da-manhã […]

    Reply

  7. 26 de março de 2017 @ 19:12 Grazie a te / A tranquilidade do burgo de Pitigliano, na Maremma toscana

    […] Roma– 105 Km […]

    Reply

  8. 18 de maio de 2017 @ 13:06 Grazie a te / Trastevere, o bairro mais autêntico e charmoso de Roma

    […] 1 dia em Roma […]

    Reply

  9. 6 de julho de 2017 @ 22:02 Adriana

    Olá Denya , em setembro estarei visitando a Europa pela PRIMEIRA veze dedicarei 3 dias para conhecer Roma.
    Vc poderia me dar dicas do que ver primeiro.
    Obrigada!

    Reply

    • 11 de julho de 2017 @ 23:16 Denya Pandolfi

      Oi Adriana, como vai?
      Acho que voce poderia começar pelo Coliseu, é de uma beleza que impressiona! Anote os locais e circule no mapa o que tem interesse de conhecer. Abraço e um excelente passeio!
      Abraços,
      Denya

      Reply

  10. 31 de março de 2018 @ 13:21 Grazie a te / Páscoa em Firenze e a antiga tradição da explosão do Carro

    […] Bate-volta de Firenze a Roma […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.