Dante Alighieri, o “pai” da língua italiana

Dante Alighieri nasceu em 1265 em Firenze. Poeta, escritor,  político e também guerreiro, é considerado o “pai” da língua italiana. O “sumo poeta” é autor da Divina Comedia, uma das maiores obras de arte da literatura mundial escrita  na Idade Média. Sua trajetória como escritor foi marcada pelo amor platônico por sua musa Beatriz, símbolo de sua inspiração poética. Dante  passou os primeiros 30 anos de sua vida em Florença, foi exilado de sua cidade natal e  passou a viajar por diversas cidades, sendo que a última foi  Ravenna, onde morreu e foi sepultado, no ano de 1321. Dante  foi a primeira pessoa a escrever um poema épico em primeira pessoa. Ele é o narrador e também o personagem principal, explanando sua visão de relacionamentos pessoais, abordando fé, pecado, morte, redenção, razão, esperança, religião, ciência, amor e paixão . Este ano o mundo celebra  700 anos de sua morte.

Durante Alighiero, esse era seu verdadeiro nome

 

A obra A Divina Comedia 

A obra de Dante, originalmente chamado de “Comedia”, ganhou o adjetivo de “Divina” graças  ao poeta toscano Giovanni Boccaccio (1313- 1375).  A Divina Commedia é um poema épico, escrito em dialeto toscano e  publicado no século 14 que descreve a trajetória da  alma de Dante Alighieri.  É  uma viagem imaginária com teor histórico, filosófico, político, mitológico  e religioso. A obra  é  composta de 100 cantos, com 33 cantos para cada  parte: Paraíso, Purgatório e Inferno, que tem um canto a mais,  que é o canto de  introdução. Os versos foram escritos em tercetos de decassílabos, isto é 10 sílabas,  em rimas alternadas e encadeadas.

Provavelmente no ano de 1306 começou a escrever a Divina Comedia

Dante iniciou a escrever a Comedia, uma das obras mais representativas da cultura italiana, provavelmente  em 1306 ou 1307, tendo escrito até 1321, ano de sua morte. Dante foi um dos primeiros poetas italianos a abandonar o latim. Ele começou a escrever em italiano vulgar, possibilitando  que o povo também compreendesse, pois era a língua falada pela maioria da população, não apenas na Toscana mas em toda a península. A obra teve sucesso desde o início e contribuiu significativamente para o processo de consolidação do dialeto toscano e por  este motivo Dante é considerado o pai da língua italiana.

Em sua obra, Dante começa a sua viagem no Inferno, que é local dos pecadores, passando pelo limbo do Purgatório, local dos pecadores que  aguardavam o julgamento, com visitas guiadas por Virgílio, autor de Eneida, o poeta conhece vítimas e pecadores, assiste a terríveis tormentos, escuta arrependimentos, confronta-se com a maldade dos homens e ganha outra consciência de si e das multidões que o acompanham. A terceira e última paragem é o Paraíso, local de purificação,  aonde Dante é conduzido por sua amada Beatrice.

A vida de Dante

Filho de Alighiero Di Bellincion e Bella degli Abati,  Durante Alighiero,  nasceu em Florença no bairro de San  Pier Maggiore, próximo à praça da República, no ano de 1265,  sendo que  a data precisa de seu nascimento não podemos saber pois jamais foi encontrado em nenhum documento. Era do signo de gêmeos, segundo suas próprias citações do canto XXII do Paraíso. Em 26 de março de 1266 foi batizado no Batistério de San Giovanni, como se usava, com todos os bebês do ano precedente.  Ficou órfão de mãe muito cedo e o pai era agiota, uma atividade na época permitida.  Era de família de classe média da facção guelfa que pode lhe proporcionar acesso aos estudos. Dante foi educado como um nobre, estudou arte da retórica,  literatura latina e francesa.

Ainda criança, aos 9 anos conheceu, sua musa Beatrice Portinari, que tinha quase a sua idade, e a viu novamente depois de 9 anos, quando ela já estava casada com Simone Bardi.  Apesar de nunca ter existido nenhuma relação entre eles,   Beatriz foi o grande amor da sua vida.

A musa Beatriz Portinari – Dante viu Bice, Beatrice Portinari, em  1274 quando ele havia apenas 9 anos e ela quase a sua idade, pois era alguns meses mais nova. Abro aqui uma parentese para dizer que Dante considerava 9 o número do milagre: a  santíssima Trindade, 3 vezes 3. Algumas associações que fazia era por exemplo é que a gestação de um filho dura 9 meses , 9 cenas do paraíso, número sempre presente. A segunda vez que Dante viu Beatriz ele tinha 18 anos (1 + 8 = 9) .

Quadro realizado por Raffaello Sorbi em 1863

Beatriz, , filha de um banqueiro,  casou-se com Simone de’ Barbi, um rico banqueiro.  Beatriz morre em  junho de 1290. E para elaborar o luto, Dante começou a estudar e a escrever.   Apaixonou-se pela   filosofia e começou a  imaginar a filosofia  como uma dona gentil, como uma senhora que o ajudava a se consolar da perda de Beatriz. Beatriz nasceu na via del Corso, onde hoje se ergue o Palazzo Salviati Da Cepparello (atualmente sede de um banco), em cuja fachada há uma placa com versos de Dante.

Em 1285 Dante casou-se com Gemma di Manetto Donati na igreja de Santa Margherita dei Cerchi, a mesma onde também havia se casado Beatriz. Foi um casamento que havia sido combinado desde que ele tinha 12 anos. Na Idade Média era muito comum que as famílias combinassem casamentos, por questões políticas e econômicas.  Dante não amava Gemma e não a cita em nenhuma de suas obras.  Não se sabe com certeza quantos filhos tiveram,  talvez quatro,  sendo que é possível saber os nomes de três deles: Jacopo, Pietro e Antônia.

Quando Dante viveu em Florença, a cidade era dividida em duas facções  políticas,  em guelfos e  em guibelinos. Os guelfos eram a favor do poder do Papa enquanto os guibelinos  eram à favor do poder do Imperador, mas nunca tiveram grande espaço na cidade. Os guelfos eram bastante numerosos e acabaram se dividindo: os guelfos brancos, que eram pela autonomia de Firenze e defendiam os interesses da população e os guelfos negros, que defendiam as famílias mais ricas e contavam com o apoio do Papa. Em 1289 Dante participou de algumas  operações militares, como a Batalha de Campaldino, quando os guelfos venceram definitivamente os guibelinos e os expulsaram de Florença.

O ano de 1290 é muito significativo para Dante pois é o ano da morte de Beatriz. Ela  morreu aos 24 anos. Dante amou por toda a sua vida Beatriz. Beatriz, por quem nutria um amor platônico. Após sua morte caiu em depressão e resolveu abandonar a poesia e passou  a dedicar-se  à nova “dona” , como ele mesmo dizia, referindo-se  à filosofia.  Dante buscou conforto nos estudos filosóficos.

 

Dante nutria um amor platônico por Beatriz. Dante  a  viu quando ela era criança, havia apenas 9 anos.  Depois a viu novamente quando os dois tinham acabado de fazer dezoito anos e durante aquele segundo encontro tudo em sua vida mudou. Embora ele nunca tenha falado com ela, seu amor por ela nasceu daquele olhar.  Um quadro famoso  inglês do século 19,  Henry Holiday, marca este encontro no Lungarno, perto da Ponte Santa Trinita, divulgação Wikipedia)

 

Para se aprofundar nos estudos frequentava as escolas dos dominicanos e franciscanos nas igrejas de Santa Maria Novella, Santo Spirito e Santa Croce, que na época estavam em construção. Nessa época, nas últimas décadas do século 13, a cidade era um verdadeiro canteiro de obras.  Dante tinha sede de aprender, queria entender como è feito o mundo, pois sabendo como é, seria mais fácil viver nele. Dante dedicou-se à leitura de autores clássicos, Virgilio, Ovidio, Lucano e Estacio. Foi aluno de Brunetto Latini, famoso professor em toda Europa, e aprendeu a arte da oratória.

Entre 1292 e 1295, Dante dedicou-se à obra “La Vita Nuova”, uma coletânea de poemas dedicados a Beatrice,  com a descrição de seu amor de forma profundamente espiritual.

Para iniciar na carreira política, em 1295,   entrou para a corporação da Arte dei Medici e Speziali.  Em 1300 vira um priore (era um tipo de prefeito e eram nomeados em 6) em Firenze,  com mandato de 2 meses, entre junho e agosto.

Na época, a vida política em Florença estava dilacerada  entre guelfos negros e guelfos brancos, ambas facçoes que apoiavam o Papado, mas os brancos desejavam a autonomia enquanto os guelfos negros aceitavam o controle  do Papa na vida política.  Em 1301 Dante faz parte de uma expedição e vai até Roma como embaixador para se encontrar com o Papa era Bonifácio VIII.  Aproveitando-se do desinteresse do imperador pela situação italiana, o  papa,  odiado por Dante, enviou um legado para fazer paz entre guelfos brancos e negros. Mas o legado favorece os guelfos neros, que eram rivais de Dante,  e eles acabam tomando o poder. Todos os guelfos brancos são condenados ao exílio.  Injustamente acusado de peculato, em 27 Janeiro de 1302 foi condenado ao exílio e nunca mais voltou para Firenze.

 

Castelo di Poppi.  Dante foi recebido pelo conde Guido di Simone da Battifolle em 1310, por um ano durante seu exílio de Florença

O Castelo Poppi faz parte de uma série de castelos medievais construídos no Casentino pela família Guidi. Este é, de todos, o mais bem preservado e o castelo mais fiel ao traçado original.

Começa assim o seu exílio de Florença. Dante era um político e intelectual famoso e recebeu asilo em diversas cortes. Dentre os locais que esteve estão em Forli, Verona, Arezzo, Treviso, Poppi, Lucca e provavelmente até em Paris. Foi para Verona e em  1318 foi pra Ravenna, para onde foram também seus  3 filhos. Entre as noites de 13 e 14 de setembro Dante morre em Ravenna.

 

Museu Casa di Dante

Em Florença existe o  Museu Casa de Dante, numa área de Firenze onde ele nasceu e viveu, que conta sua trajetória. A Casa de Dante foi reconstruída na primeira década do século 20 no local onde ficavam as casas da família Alighieri,    nas proximidades da Torre della Castagna.

O guia de turismo Riccardo Starnotti organiza muitos passeios guiados vestido de Dante , passando pelos lugares que marcaram a vida do poeta em Florença

A casa é um museu histórico, cujo percurso se divide em diferentes áreas temáticas que ilustram a vida privada do Poeta Supremo, sua atividade política e seu exílio. Eles também fornecem informações interessantes sobre a vida em Florença durante o período em que o poeta viveu na cidade.  

O museu aborda temas da vida política e civil, com a reprodução do quarto e vestimentas da época

Dante e Florença
Dante nutria um sentimento de imenso amor pela cidade que foi forçado a abandonar e pelo ressentimento das pessoas que o obrigaram ao exílio.   Na época,  a cidade que era corrompida pela ganância de poder e dinheiro, traiu o amor que Dante sentia por ela.
Em Florença existe o quartiere dantesco, o coração da Florença medieval com suas casas-torres. Essa parte da cidade é constituída por várias ruelas  entre a Piazza della Signoria, a igreja de Orsanmichele e a Badia Fiorentina.

A Torre della Castagna nas proximidades do local onde muito provavelmente  Dante viveu

A Torre della Castagna tornou-se, a partir de 1282, sede das reuniões dos priores de Florença e, portanto, foi certamente um local frequentado por Dante,  que  teve uma  vida política muito ativa.   Algumas décadas depois  foi construído em  Florença o suntuoso Palazzo Vecchio, que passou a abrigar os representantes políticos.

Florença medieval- Dante foi batizado no batistério de Florença, única construção da Piazza Del Duomo que já existia na época em que ele viveu na cidade

Lápides – Em Florença, as 33 lápides de Dante, com citações  da Divina Comédia  espalhadas pela  são geo localizadas e  é possível consultar a transcrição

Nas proximidades do Duomo fica o “Sasso di Dante”

O chamado Sasso di Dante,  fica ao lado sul da Catedral, na Piazza delle Pallottole. Esse era o lugar onde  Dante  costumava sentar para descansar, contemplar, pensar e observar as obras da construção da nova catedral da cidade, o Duomo de Santa Maria del Fiore.

Interior do Museo dell’Opera del Duomo

No Palazzo Vecchio está custodida a máscara mortuária  de Dante foi doada por Lorenzo Bartolini ao inglês Seymour Kirkup,  florentino por adoção.   Passou a ser conhecida como  a “Máscara de Kirkup”, que foi doada à cidade de Florença pela esposa do inglês  em  1911. A máscara de Dante foi provavelmente realizada em 1483  por Pietro e Tullio Lombardo.  Bartolini teria encontrado a máscara em Ravenna por volta de 1830 e seria o molde de gesso do rosto do poeta esculpido por Tullio Lombardo quando seu pai, Pietro Lombardo, restaurou em 1481 o túmulo de Dante em Ravenna.

A máscara mortuária em gesso, na ala Apartamentos de Eleonora, no Palazzo Vecchio

A Igreja de Santa Margherita de ‘Cerchi, onde foi celebrado o casamento entre Dante e Gemma Donati.  Na igreja estão os túmulos de membros das famílias Donati e Portinari,  parentes da musa de Dante Beatriz. 
A Società  Dantesca di Firenze surgiu no final do século 19, no Palazzo Vecchio. A partir de 1904  adquiriu o Palagio dell’Arte della Lana  próximo ao  edifício estatal de Orsanmichele. E neste belo edifício  desenvolvem a atividades da associação.

Sede da Sociedade Dantesca de Florença

 

Morte de Dante

Dante passou os últimos anos de sua vida em Ravenna, onde esta enterrado. Morreu  entre 13 e 14 de setembro de 1321. Seus restos mortais encontram-se num mausoléu construído em 1780. Em seu interior, uma placa e uma chama que queima continuamente, uma lâmpada a óleo, oferecido pela prefeitura de Firenze, como uma forma de pedir desculpas ao poeta.

tumulo-dante

Local onde estão os restos mortais do poeta Dante. A visitação é aberta ao público e gratuita.

Existe no interior da Basílica de Santa Croce um cenotáfio realizado pelo artista Stefano Ricci no século 19.  Ricci trabalhou por mais de 10 anos nessa obra.   Em 1520 o artista Michelangelo pediu ao Papa Leao X que trouxesse o túmulo de Dante para Florença, mas  os franciscanos esconderam por mais de 200 anos seus restos mortais.

O  túmulo de Dante que vemos na Igreja de Santa Croce é na verdade somente um monumento em sua homenagem

 

Na fachada da igreja Santa Croce, uma estátua em mármore do ilustre poeta,  realizada por Enrico Pazzi em  1865

O dia 25 de março é  uma data comemorativa dedicada  à Dante Alighieri, o Dantedí.  Esta é a data que os estudiosos reconhecem como o início da viagem ao submundo “Nel mezzo del cammin di nostra vita…”,  foi quando Dante iniciou a escrever a Divina Comedia, em 1300.

Posts que podem interessar:

A Síndrome de Stendhal

Portas italianas

Menu do dia- dicas para não gastar muito

Aperitivo, happy-hour à italiana

Os oratórios nas esquinas de Firenze

Agroturismo, uma forma simples e autêntica de hospedagem 

Cappella Brancacci e as obras de Masaccio

A estação de trem de Florença



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Dante Alighieri, o “pai” da língua italiana' have 6 comments

  1. 25 de março de 2021 @ 23:44 Renato Assemany

    Muito bom ! Parabéns.

    Reply

    • 26 de março de 2021 @ 14:51 Denya Pandolfi

      Boa tarde Renato, muito obrigada, feliz que tenhas apreciado o post. Obrigada pela visita! Abraço de Florença, Denya

      Reply

  2. 6 de abril de 2021 @ 20:58 Renato Assemany

    Estou sempre te visitando.
    É um prazer enorme.

    Reply

    • 7 de abril de 2021 @ 09:50 Denya Pandolfi

      Buongiorno Renato,
      Muito obrigada, contente com a sua presença aqui no blog.
      Abraços, Denya

      Reply

  3. 13 de setembro de 2021 @ 14:27 Grazie a te / Dicas sobre o que visitar em Ravena, na Emília Romanha

    […] de Dante – O túmulo de Dante Alighieri,  nascido em Firenze em 1265, autor da famosa obra A Divina Comédia, fica no centro de […]

    Reply

  4. 16 de setembro de 2021 @ 21:31 Grazie a te / Congregação de San Martino, instituição de caridade em Florença

    […] proximidades da área onde nasceu e viveu Dante Alighieri encontra-se a pequena igreja de San Martino, conhecida também como “Buonomini” (Bons […]

    Reply


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.