Um passeio por Bolonha

Bolonha é uma cidade pequena, acolhedora e multicultural que te faz sentir em casa logo de cara!  Com cerca de 400 mil habitantes,  a cidade das  torres e pórticos é a capital da região da Emília Romanha. Bolonha é uma das cidades mais vibrantes do norte da Itália, que conserva imponentes estruturais medievais e renascentistas. Outra razão para incluir a cidade em seu itinerário de viagem pela Itália: a gastronomia local, afinal, essa é terra da massa fresca,  dos queijos e  salames.

 Bolonha-Nettuno

Bolonha é conhecida como “la grassa” (a gorda, por ter uma rica diversidade gastronômica), “la dotta” (a culta, por sediar a mais antiga Univerdiade do país) e “la rossa” (a vermelha, devido aos seus prédios e telhados de cor avermelhada).  É terra de gente hospitaleira, alegre e gentil! Por ser uma cidade universitária, é cheia de energia, possibilidades e atrações culturais durante todo o ano. A cidade abriga a mais antiga universidade do país e da Europa, que é de 1088 e fica no Palazzo Dell’Archiginnasio, uma das mais importantes construções de Bolonha.

 

piazza-maggiore

A Piazza Maggiore é o coração pulsante da cidade

A Piazza Maggiore sem duvidas será o ponto de partida para explorar a cidade. A praça, principal  ponto de encontros dos bolonheses, é grande e cercada por belas construções medievais, como o Palazzo del Podestà, Pallazo d’Accursio e a Basílica de San Petrônio.

 

piazza-maggiore

Piazza Maggiore à noite: atmosfera envolvente e descontraída

 

Bolonha

Fachada do Palazzo D’Accursio, sede da prefeitura de Bolonha

bolonha

 

san-petronio

A imponente Basilica de San Petronio , na Piazza Maggiore, é a mais importante igreja da cidade. Sua construção começou em 1390 e continuou por séculos

Bolonha

 

Bem pertinho da Piazza Maggiore fica a Piazza de Nettuno, onde estão a fonte e a estátua de Netuno, uma das atrações turísticas da cidade.

Bolonha

A Fonte de Netuno, na Piazza Nettuno, obra de Gianbologna, realizada em 1565

 

piazza-nettuno

Bolonha

Pena que Bolonha não é um dos destinos mais cobiçados para quem visita a Itália. Mas garanto que a cidade vai te surpreender!

 

Bolonha

Bolonha é uma cidade relativamente pequena onde podemos chegar a pé a diversos pontos turísticos. E cada cantinho da cidade reserva belezas e riquezas

 

Bolonha

A Basílica de Santo Stefano, na Piazza de Santo Stefano, cuja origem é do século 5. O bispo Petronio queria reconstruir os locais sagrados de Jerusalém em Bolonha. A Basílica fica na via Santo Stefano, 24 e o ingresso é gratuito.

bologna

A Basílica de Santo Stefano que na realidade é um complexo de edifícios conhecido com Sette Chiese

Como muitas cidades universitárias, Bolonha é cheia de jovens por todos os cantos da cidade, o que confere à cidade uma atmosfera cosmopolita e vivaz.  As universidades da cidade atraem gente de todo o mundo: mais de 80 mil estudantes vivem na cidade.

atraçoes-bolonha

Bolonha tem tudo para te surpreender. Mesmo porque quem visita a cidade não imagina quantas riquezas irá encontrar por ali

 

bolonha

Bolonha é uma cidade gay friendly e é na cidade que fica a sede nacional da Arcigay- Associação Lésbica e Gay da Itália

As Torres Garisenda e a Torre degli Asinelli são monumentos símbolos de Bolonha. As torres foram edificadas por vontade da nobre família Ghibellini, no século 12.  Na Idade Média, existiam em Bolonha mais de 100 torres. Atualmente totalizam  23. A Torre degli Asinelli fica na Piazza di Porta Ravegnana e o valor do bilhete é de 3 euros.

Bolonha

Aberta à visitação (a pagamento), a Torre dos Asinelli é a mais importante da cidade. A torre tem 97,2 m e 498 degraus

 

Torre-prendiparte

Além da Torre degli Asinelli, esta é outra torre visitável, a Torre Prendiparte , do século 12, também chamada de Coronata, tem 59 metros e funciona como estrutura de alojamento

 

piazza-mercanzia

Piazza della Mercanzia

 

biblioteca

Nosso passeio incluiu visita à sala de leitura da Biblioteca de Arte e História di San Giorgio in Poggiali, com um acervo de mais de cem mil livros

 

bolonha

Na área central da biblioteca, a obra de Cláudio Parmiggiani

 

Bolonha

A vida noturna de Bolonha é excelente, com o maior vai-vem entre os barzinhos e points da cidade!

A principal rua do shopping na cidade de Bolonha é a Via dell’Indipendenza, que vai da estação ferroviária até a Piazza Maggiore. Sob seus pórticos, muitas lojas e barzinhos.

via-dellindipendenza

Esta é a rua do comércio, a movimentada Via dell’Indipendenza

 

porticos

Bolonha tem 38 Km de pórticos

 

san-pietro

Catedral Metropolitana de San Pietro, na Via dell’Indipendenza

 

bolonha

O Parco della Montagnola, nas proximidades da estação ferroviária

Outro ponto de interesse é o Mercato della Piazzola,  perto do Parco della Montagnola, o mais antigo e famoso mercado ao ar livre da cidade, que acontece às sextas e sábados, repleto de bancas que oferecem objetos de artesanato, roupas, calçados e cosméticos.

 

quadrilatero

Barracas com frutas e verduras, bistrôs e street-food no Quadrilátero, nos arredores da Piazza Maggiore

O Quadrilátero é uma excelente pedida para quem quiser acompanhar o ritmo dos bolonheses. Um verdadeiro labirinto  com vielas estreitas bem pertinho da Piazza Maggiore com barracas de frutas e verduras, padarias, delicatessens, peixarias e imperdoáveis opções do melhor do street-food local.  O acesso é sob os pórticos que ficam alta densidade comercial no centro histórico.

 

Museu Civico arqueológico –  o museu arqueológico abriga escavações feitas em Bolonha e no território nos séculos 19 e 20. O museu reúne importante coleção etrusca. As coleções antigas conservam obras das artes grega e romana. Vale ressaltar a coleção de antigüidades egipicias, dentre as mais  importantes da Europa. O museu fica no Palazzo Galvani, perto da piazza Maggiore.

museu-arqueologico

Mumia humana (da dinastia 66-525 AC) no Museu Arqueológico

 

Tour das Águas

Vou  falar um pouquinho sobre um dos passeios propostos pela Bologna Welcome, o tour das Águas “Tutti i colori delle acque bolognesi“. A água sempre foi fonte de riqueza e desenvolvimento econômico para Bolonha. No século XIII era o maior centro têxtil da Itália. Não é por acaso que o símbolo da cidade seja a Fonte de Netuno, a obra do escultor Giambolonha (abaixo) que enfeita a praça central da cidade.  Bolonha possuía vários canais que a cruzavam, permitindo o funcionamento das máquinas hidráulicas.

Netuno

A fonte e a estátua de Netuno

 

canal-bolonha

Bolonha possui uma rede de canais artificiais derivados dos rios Reno e Savena, que constituíam a força motriz dos moinhos da cidade. Este é o Canale di Reno

 

bolonha

Igreja Santa Maria della Pioggia

 

DSC_0564

O interior da igreja

 

 

 

palazzo-grassi

O Palazzo Grassi, na via Marsala, do século 13, preserva ainda seus pórticos em madeira

 

 

 

Hospedagem e alimentação 

Estive em Bolonha à convite da Bologna Welcome, bureau responsável pela promoção turística da cidade. Fiquei hospedada no al Cappello Rosso, que concedeu as diárias.  Devido à excelente  localização do hotel, o Al Cappello Rosso,  na Via de’Fusari, pude percorrer toda a cidade sem precisar de carro. O hotel é quatro estrelas superior com excelente atendimento,  quartos modernos, confortáveis e superfuncionais.

bolonha

Além de oferecer quartos clássicos o hotel propõe hospedagem em seus apartamentos temáticos que foram decorados por famosos artistas. O quarto em que ficamos é obra de Alessandro Baronciani, com pinturas em preto e branco.

 

Ao lado do hotel fica a Osteria del Cappello, onde é servido o café da manhã. O buffet é fartíssimo com opções doces e salgadas e inclui também frutas frescas e suco de laranja natural. À disposição também uma série de produtos orgânicos e sem glúten. Vocês podem ter uma idéia de quanta coisa gostosa tinha nesse buffet,  o maior capricho!!!

bolonha

Decoração gracinha que lembra uma mercearia

 

Em Bolonha come-se muito bem! O tortelloni, o tagliatelle al ragu,  o strozzapreti, queijos, presuntos (a cidade de Parma fica bem pertinho de Bolonha) são algumas das delícias típicas famosas.

Atti-Bolonha

A histórica confeitaria Paolo Atti & Figli, a poucos minutos da Piazza Maggiore, atração gourmet imperdível, onde encontramos massas, doces e pães da tradição

bologna

 

dicas-bolonha

O restaurante tem uma vasta gama de vinhos e as entradinhas são imperdíveis! Escolhi esse crostoni com presunto que estava divino!

Um dos restaurantes que visitei foi o Camera a sud, com decoração feita com livros e objetos vintage, selecionados pelos proprietários nas diversas feiras de antiguidades que frequentam. O local é uma opção perfeita para um aperitivo no final do dia. O Camera a Sud fica no ghetto hebraico de Bolonha, na via Valdonica.

restaurante-bolonha

O balcão do restaurante Camera a Sud. O ambiente é bastante descontraído graças também à presença de estudantes e professores acadêmicos

Tour Bologna dall’alto

O tour Bologna dall’alto permitiu que o nosso grupo visitasse a torre do palácio que geralmente fica fechada.  Contemplar do alto a beleza de Bolonha à noite com seus monumentos, palácios medievais e prédios iluminados foi um dos momentos mais fascinantes da viagem. Um fato que nos chamou atenção é que a maioria dos que participaram do tour eram moradores da cidade.  Os bolonheses são exigentes com ofertas culturais e prestigiam as iniciativas. O nosso percurso cultural programado pela Trekking Urbano contou com a parceria da Genus Bononiae, que organiza passeios urbanos culturais e artísticos pelos museus da cidade.

Bolonha

Caminhamos sob seus característicos arcos, pelas ruelas e cruzamos algumas praças da cidade para chegarmos até o Palazzo Fava, que era parte da nossa programação

 

Outro excelente local que conhecemos foi o 7 Archi, um charmoso restaurante no centro histórico de Bolonha, que fica numa rua fechada ao tráfego, o que o torna ainda mais especial, já que fica num cantinho da cidade que abriga vários barzinhos badalados e restaurantes concorridos.

comida-italiana

Para entrada escolhi Calamari grigliati com um saboroso vinho Pinot Grigio Friuli Colli Orientali par acompanhar. Escolhas super felizes. Tudo delicioso!

 

Bolonha

No escritório da Bologna Welcome, na Piazza Maggiore

 

Grazie a te esteve na cidade a convite da Bologna Welcome, que organizou diversos tours pela cidade, onde conheci as principais atrações da cidade e alguns restaurantes.

 

Dicas de restaurantes em Bolonha:

Trattoria di Via Serra – Via Luigi Serra, 9/b

Sfoglia Rina – Via Castiglione, 5/A

Paolo Atti & Figli – Via Caprarie, 7

All’ Osteria Bottega – Via Santa Caterina, 51

Trattoria Oberdan da Mario – Via Oberdan, 43/a

Trattoria Da Me – Via San Felice, 50

Antica Trattoria dalla Gigina – Via Sthendal, 1

Donatello – Via Righi, 8

 

 

 

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Um passeio por Bolonha' have 8 comments

  1. 20 de novembro de 2013 @ 22:49 Dani Bispo

    Meninas que delicia de hotel! Que delicia de café da manhã!!!
    Olha acho Bolonha e seus pórticos um charme! Acho uma injustiça os Brasilieros não inclui-la nas viagens à Itália.

    Bjs
    Dani

    Reply

    • 21 de novembro de 2013 @ 12:52 Denya Pandolfi

      Buongiorno Dani!!! Olha, delicia messssmo de hotel… e com o super café da manhã que eles oferecem ficou td melhor ainda! REalmente é uma pena que Bolonha não esteja na lista das principais cidades a serem visitadas. Vale mt a pena! Un bacione e grazie della visita, D

      Reply

  2. 22 de novembro de 2013 @ 16:35 Mariana G.

    Mto bons os posts sobre a Bolonha, a princípio a cidade não está no roteiro da minha próxima viagem à Itália, mas agora estou pensando seriamente em incluí-la! 🙂
    Parabéns pelo blog, estou adorando!

    Reply

    • 22 de novembro de 2013 @ 19:13 Denya Pandolfi

      Cara Mariana, mt obgada por nos acompanhar! Vc vem qdo para a Italia? Bolonha fica perto de Firenze e o trem dura 40 minutos apenas. Acredito que vc n vai se arrepender se dispensar um dia para visita.la. A cidade é mt aconchegante, cheia de vida e linda!!! PRecisando de qq coisa, basta nos contatar. E volte sempre! Un bacione, Denya

      Reply

  3. 16 de setembro de 2018 @ 09:06 Grazie a te / Firenze é uma excelente base para explorar a famosa região da Toscana

    […] 9- Bolonha – Nessa relação quis incluir não apenas cidades da Toscana. Bolonha, que fica na região da Emília Romanha é  uma cidade de gente hospitaleira, alegre e gentil! P eee repleta de torres e pórticos, Bolonha, que fica na região da Emília Romanha, é uma das cidades mais vibrantes do norte da Itália. […]

    Reply

  4. 20 de novembro de 2018 @ 23:15 Grazie a te / O artista Michelangelo, suas obras, segredos e curiosidades

    […] primeira vez devido ao clima político. Passou uma curta temporada em Veneza e depois fugiu para Bolonha. Nesse período realizou “Arca de San Domenico” e San Petronio, escultura em mármore […]

    Reply

  5. 20 de dezembro de 2018 @ 23:34 Grazie a te / Dicas sobre o que visitar em Ravena, na Emília Romanha

    […] Bolonha – 75 Km […]

    Reply


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.