O artista Michelangelo, suas obras e segredos

O artista Michelangelo (1475-1564) não é florentino mas passou grande parte de sua vida em Firenze e foi uma das maiores expressões do movimento que elevou a cidade à Capital Renascentista do mundo.  Tive o privilégio de conhecer e descobrir alguns segredos desse renomado artista durante um tour no Piazzale Michelangelo guiado por Eugenio Giani, Presidente del Consiglio Regionale della Toscana, histórico  e grande conhecedor da vida do artista, num evento organizado por Tuscany bloggers.

piazzale-michelangelo

Piazzale Michelangelo, um dos pontos panorâmicos mais lindos da cidade

Nosso ponto de encontro foi no Piazzale Michelangelo, aos pés da estátua de Davi.  Eugênio  lembrou que a praça foi  projetada no século 19 pelo arquiteto Giuseppe Poggi quando Firenze foi escolhida para ser a Capital  do Reino da Itália e a criação deste ponto panorâmico era parte da reurbanização da cidade.

 

David

Eugenio Giani contando sobre fatos marcantes e revelando alguns segredos da vida de Michelangelo

 

piazzale-michelangelo

O grupo de bloggers aos pés da estátua de Davide

Eugenio revelou algumas características e passagens mais significativas da vida de Michelangelo. Contou que era muito mal-humorado e tinha um personalidade forte.   Enumerei aqui algumas observações feitas a respeito do artista:

  •  Michelangelo tratava mal as pessoas e não tinha muitos amigos. Quando circulava pelas ruas de Firenze em companhia de Leonardo da Vinci (que era 23 anos mais velho) notava-se a diferença entre os dois, pois Leonardo era carismático e elegante,  sorria e  cumprimentava as pessoas, enquanto Michelangelo estava sempre zangado.
  • Uma personalidade  que fazia contraponto ao artista Michelangelo era o pintor Rafael, que tinha sempre ao seu redor amigos e alunos com os quais ria e se divertia durante a realização de suas obras. Michelangelo gostava de estar sozinho e comparava a realização de uma obra à uma mulher que sofre as dores do parto; exprimia liberação no momento que finalizava. Pra ele criar era sofrimento.
  • Michelangelo tinha temperamento explosivo, era rebelde,  desconfiado e com grande senso de liberdade. Era avarento, pedia sempre dinheiro antecipado diante das encomendas que recebia. Era provavelmente homossexual e não teve filhos e era muito apegado ao sobrinho Lionardo.
  • Cosimo de Medici não chegou a conhecer Michelangelo, que foi embora de Firenze em 1534, mas queria que fosse enterrado em Firenze. Por este motivo, pagou Lionardo para trazer seu corpo de volta para Firenze. O corpo de Michelangelo foi trazido escondido de Roma e seu túmulo fica na Basílica de Santa Croce.
  • Michelangelo viveu até quase 89 anos, entre os anos 1400 e 1500, uma época que era difícil chegar até essa idade
Michelangelo

Conhecido como o Divino, Michelangelo Buonarotti trabalhou em Firenze, Siena, Bolonha, Lunigiana e em Roma, onde passou os últimos 30 anos de sua vida. Alguns dos maiores trabalhos de Michelangelo podem ser encontrados em Firenze: pinturas, esculturas e arquitetura

Sobre o artista Michelangelo Buonarroti

Michelangelo nasceu na cidade de Caprese, província de Arezzo, em 6 de março de 1475.  Era filho de Ludovico Buonarroti Simoni e Francesca di Neri, que tiveram outros filhos. Sua mãe faleceu quando ele tinha 6 anos de idade.

Desde pequeno demonstrava interesse e talento para a arte e mesmo contra vontade do pai entrou para a escola dos irmãos Domenico e Davi Ghirlandaio em Firenze, aos 13 anos.

Em 1488 Lorenzo de’ Medici, poderoso homem da família de mecenas, percebe o talento de Michelangelo e o acolhe em sua escola de escultura  nos jardins de San Marco. Na corte dos Medici realiza suas primeiras esculturas, como  “A Batalha dos Centauros”,  e “Madona da Escada”, expostas no museu di casa Buonarroti de Firenze, casa onde o artista morou. O museu, que fica nas esquinas das ruas Buonarroti e Via Ghibellina,  possui coleção de desenhos de Michelangelo, esculturas, afrescos e pinturas. Michelangelo dedicou-se à figura humana e para ele não havia movimento que nao pudesse reproduzir em suas obras.  Sua fama foi crescendo e com isso também a inveja. Quando estava na escola de Lorenzo desentendeu-se com Torrigiano, que quebrou seu nariz com um soco.

madonna-della-scada

A obra Madona della Scala, esculpida entre 1490 e 1492, concluída quando o artista estava com 17 anos

Em 1493 Piero de’ Medici intercedere com frades agostinianos da Igreja de Santo Spirito a favor do jovem artista para que pudesse ser hospedado no convento para estudar anatomia, dissecando cadáveres provenientes do hospital do complexo do convento. Nessa época Michelangelo esculpiu o “Crucifixo”.

 

Em 1494,  devido ao declínio dos Medici, deixou Firenze pela primeira vez devido ao clima político. Passou uma curta temporada em Veneza e depois fugiu para Bolonha. Nesse período realizou “Arca de San Domenico” e San Petronio, escultura em mármore que encontra-se na Basílica de San Domenico, em Bolonha.

 

Em 1495 voltou para Firenze e iniciou a esculpir “Bacco”, conservada no museu do Bargello de Firenze, que dedicou uma sala inteira ao artista.  Esta é a primeira obra esculpida pelo artista, que a realizou aos 22 anos.

Bacco-Michelangelo

A escultura em mármore “Bacco”, uma das poucas obras do artista com temática profana

Em 1498 firmou seu primeiro contrato com o cardeal francês Jean Bilheres para realizar a “Pietà” na Basílica de San Pietro. Satisfeito com o resultado de seu trabalho, resolveu assinar seu nome na escultura. Esta é a única obra que traz sua assinatura. A Pietà está exposta na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

pieta

A belísima obra A Pietà, realizada entre 1498 e 1499, uma das maiores aproximações da arte à completa perfeição(foto Wikipedia)

Entre 1501 e 1504 retornou à Firenze. Nessa época trabalhou em alguns projetos paralelos, como as 4 estátuas para o Altar Piccolomini da Catedral de Siena.  Recebe a encomenda de Davi, uma estátua de 4,3 metros realizada em mármore  de Carrara que ficou pronta após 2 anos de trabalhos . Um comissão de artistas decidiu que a estátua, ao invés de ficar na catedral, deveria ser colocada na Piazza della Signoria, na entrada do Palazzo Vecchio. A obra  pode ser admirada na Galleria dell’Accademia de Firenze.

 

david

Um dos símbolos da cidade de Firenze, O Davi, obra realizada entre 1502 e 1504. Exigiu dele não apenas habilidade e percepção, mas muita força fisica

 

Em 1504 Michelangelo foi contratado para realizar os afrescos da Batalha de Cascina para o Salão  dos 500, Palazzo Vecchio, de frente para a parede onde Leonardo estava atuando na Batalha de Anghiari. Os dois principais artistas florentinos da época teriam sido comparados diretamente, um verdadeiro desafio. Michelangelo preparou um esboço  da composição, que foi perdido, e interrompeu o trabalho pois havia sido chamado para voltar à Roma, em 1505,  para realizar o mausoléu fúnebre do papa Júlio II.  Começou uma história de contrastes com o pontífice e seus herdeiros. O sepulcro foi finalizado 40 anos depois. O projeto final contou com 7 esculturas: 4 do artista e  3 de seus discípulos.

 

pieta-michelangelo

A Pietà da Palestrina, obra em mármore exposta na Galleria dell’Accademia e atribuida à Michelangelo, tem 2,5 metros

 

Nesse período dedicou-se também ao projeto   “Apostoli” para o Duomo e produziu San Matteo, exposto na Galleria Accademia. Da rica família Doni,recebeu a encomenda para o quadro Tondo Doni, em exposição no Museu Uffizi. Dedicou-se também à escultura, com a obra “Madonna con Bambino”.
tondo-doni

A obra Tondo Doni, feita entre 1503 e 1504. Uma das poucas pinturas atribuídas ao artista. Segundo Michelangelo, a verdadeira arte era a escultura, que era masculina e não permitia erros nem retoques

 

 

escravo-que-acorda

“Escravo que acorda” é uma das obras em mármore inacabadas de Michelangelo em exposição na Galleria dell’Accademia , destinada ao túmulo do Papa Julio II. Aliás, obras intencionalmente inacabadas era  uma das características de Michelangelo

 

genio-della-vittoria

A obra “Genio della Vittoria”, escultura em mármore exposta no Salão dos 500 no Palazzo Vecchio de Firenze

Em 1508 o Papa Julio II solicitou ao artista a pintura da Abóboda da Capela Sistina, na Catedral de São Pedro, no Vaticano. Michelangelo havia contratado ajudantes para ajudá-lo nesta tarefa mas como não estava satisfeito com as pinturas de seus colegas florentinos pediu que regressassem para Firenze e ele resolveu atuar sozinho. Passou anos estudando e dedicou-se à pintura de forma incansável. Ele provavelmente precisava deitar-se de costas e pintar olhando pra cima. Existem algumas controvérsias sobre como foi realizada a obra. Mesmo sob protestos, já que dizia que não era pintor e sim escultor, depois de 4 anos de dedicação, a obra foi finalizada em  1512.

capela-sistina

Esta é um das obras mais emblemáticas do Renascimento e uma das maiores realizações no campo da pintura. O teto é dividido em 9 painéis, onde estão representadas cenas do livro de Gênesis, desde os início da história do Homem até a vinda de Cristo, mas Cristo não esta representado (foto Wikipedia)

 

michelangelo-buonarroti

Criação de Adão, Capela Sistina,  realizada aproximadamente em 1511

Michelangelo esculpiu entre os anos de 1513 e 1515 uma das obras mais famosas de sua carreira, o Moisés.

tumulo-Julio-II

A fachada do tumulo do Papa Julio II na igreja De San Pietro in Vincoli, em Roma (foto wikipedia)

 

Em 1520 começou a projetar o edifício e o interior da Capela de San Lorenzo de Firenze.  Michelangelo realizou a Sacristia Nova,  com três grupos de esculturas e verdadeiras  obras-primas em mármore. Atuou na Sacristia Nova até 1534.

 

Em 1520 Michelangelo foi contratado por Leão X e o seu primo e futuro Papa Clemente VII  para realizar a capela funerária dos Medici, em San Lorenzo

 

Em 1534, quase 20 anos depois de concluído o teto,  recebeu do Papa Clemente VII a encomenda do afresco “O Juízo Final” para o altar da Capela Sistina.  Os nus que apareciam na obra, motivo de polêmica e quase destruição da obra, foram retocados pelo pintor Daniel de Volterra.

juizo-final

Na obra o Juizo Final Michelangelo retrata o pessimismo, o desencanto (Wikipedia)

Michelangelo morreu em Roma em 18 de fevereiro de 1564, prestes a completar 89 anos. Sua tomba encontra-se na Basílica de Santa Croce e foi realizada por Giorgio Vasari.

 

O Piazzale Michelangelo

Davi

O Piazzale Michelangelo é ponto de visita obrigatório para quem visita Firenze

Em 1865 Firenze foi eleita capital do Reino da Itália e era necessário um novo plano urbanístico para a cidade, que ganhou na época os seus boulevards,  a partir da demolição de parte das antigas muralhas do século 14. Ao longo da colina di San Miniato foi traçado o Viale dei Colli, uma estrada com cerca 8 Km, com a praça localizada no final desta rua arborizada.

Realizado por Giuseppe Poggi, o Piazzale ficou pronto em 1875. O arquiteto resolveu homenagear o artista que representava a beleza de Firenze: Michelangelo. A praça recebeu o nome do famoso artista do Renascimento, que também ganhou uma estátua em bronze do Davi com as 4 estátuas que encontram-se nas tombas de Lorenzo Magnifico e de seu irmão Giuliano, nas Cappelle Medicee.

piazzale-michelangelo

O Davi do Piazzale é a única obra em bronze. As estátuas aos pés do Davi representam a noite, o dia, o crepúsculo e a aurora

 

La Loggia

Giuseppe Poggi desenhou também a Loggia, concebido como um museu dedicado às obras de Michelangelo. O local abriga um elegante restaurante panorâmico, o La Loggia, em estilo neoclássico, que oferece pratos da tradição toscana.

la-loggia

 

O restaurante nos recebeu para um apericena, com deliciosos petiscos. Brindar e degustar pratos caprichados enquanto se admira a melhor vista de toda cidade é uma experiência inesquecível!

loggia

O senhor Eugenio Giani e Ksenia, a organizadora dos encontros de bloggers e influencers que vivem na Toscana #tuscanybloggers

Depois de uma verdadeira aula de História conduzida pelo sr. Eugenio, o grupo de bloggers confraternizou no magnífico terraço do restaurante, com toda a esplendente beleza da cidade Renascentista. Uma experiência que vai ficar na memória!

piazzale-michelangelo

Grazie Eugenio Giani, Ksenia e ristorante La Loggia per la bellissima serata!

 

Posts que podem interessar:

Giardino delle Rose

Um passeio por Borgo Ognissanti, em Firenze

O Palazzo Vecchio de Firenze 

A Síndrome de Stendhal

Portas italianas

Menu do dia- dicas para não gastar muito

Aperitivo, happy-hour à italiana

Filmes gravados na Toscana 

Os oratórios nas esquinas de Firenze

Agroturismo, uma forma simples e autêntica de hospedagem 

Cappella Brancacci e as obras de Masaccio

A estação de trem de Florença

Montefioralle, no Chianti Classico 

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'O artista Michelangelo, suas obras e segredos' have 8 comments

  1. 9 de abril de 2019 @ 09:28 Grazie a te / O parque das tulipas - Grazie a te

    […] O artista Michelangelo  […]

    Reply

  2. 15 de abril de 2019 @ 23:06 Grazie a te / Dicas de restaurantes em Firenze, 9 - Grazie a te

    […] O artista Michelangelo  […]

    Reply

  3. 19 de abril de 2019 @ 17:07 Grazie a te / Uma lista supimpa com endereços de lojas vintage de Firenze

    […] O artista Michelangelo  […]

    Reply

  4. 29 de abril de 2019 @ 13:15 Grazie a te / Que tal visitar a maravilhosa região da Toscana na primavera?

    […] O artista Michelangelo  […]

    Reply

  5. 29 de abril de 2019 @ 18:33 Grazie a te / Madonnari, os artistas que desenham nas calçadas - Grazie a te

    […] O artista Michelangelo  […]

    Reply

  6. 7 de outubro de 2019 @ 10:18 Grazie a te / Carrara, a cidade do mármore - Grazie a te

    […] gente costuma admirar a perfeição de esculturas como o Davi, realizado por Michelangelo, e de construções famosas como o Duomo de Firenze ou o Panteão de Roma sem nem mesmo questionar […]

    Reply


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.