A arte dos mosaicos

A poucos passos da Catedral Santa Maria del Fiore,  uma bodega artesanal produz verdadeiras obras de arte: mosaicos com pedras semipreciosas feitos com a técnica do “Commesso Fiorentino”.  Como a própria palavra diz, em italiano, arte de commettere significa a arte de  unir, de colocar peças juntas. E essa atividade, que começou em época renascentista em Florença, atualmente é desenvolvida por pouquíssimos artesãos. Junto com o grupo Tuscany Bloggers estivemos visitando o atelier Scarpelli Mosaici,  fundado pelo senhor Renzo em 1972.  Diante dos passantes  na movimentada via Ricasoli, mãos habilidosas realizam verdadeiras preciosidades na bodega comandada por Renzo, que realiza junto ao filho Leonardo peças made in Florence conhecidas e requisitadas em todo o mundo.

mosaicos

Atualmente a arte do mosaico é realizada por pouquíssimos artesãos. Para criar peças em mosaico é necessário ter conhecimento especializado aliado à arte e ao design

Na bodega da família Scarpelli, o senhor Renzo conta com a ajuda da esposa e dos filhos Leonardo e Catia, que foi quem nos contou sobre a trajetória de seu pai e sobre a atividade, que surgiu em Firenze na época do Renascimento, mais precisamente em 1580, sendo que a primeira grande obra foi o túmulo dos Medici, que  “é o maior exemplo do commesso fiorentino”.

mosaicos

O senhor Renzo com a filha Catia e a neta Luna, Stefano, artesãos que também atua na Scarpelli, com Erika, Marco, Denya, Ksenia, Sandra , Giulia e Marco

Scarpelli

mosaico

Pintura em pedra – na Scarpelli Mosaicos é possível admirar os artesãos em ação e apreciar as obras expostas no espaço, que funciona como uma galeria de artes

 

artesao

O sr Renzo começou nos anos 60 com 13 anos de idade, como aprendiz em outra bodega, quando criar objetos com as próprias mãos era mais habitual

valor-mosaico

mosaicos

O clássico mosaico fiorentino, realizado em pedras semipreciosas em suas cores naturais teve grande desenvolvimento no Renascimento

A arte do mosaico –  A elaboração de cada mosaico é realizado no atelier seguindo o método tradicional, que permite manter a genuinidade da técnica, realçando a cor natural de cada pedra. Para tanto, é necessário conhecer os materiais para obter um resultado ideal. Na bodega todos os processos são realizados manualmente, desde o corte com o arco até a colagem com cera de abelha.  É uma atividade que exige muita paciência e habilidade.

artesao

Stefano cortando as pedras utilizando o arco, que tem as mesmas características dos arcos utilizados na época dos Medici. Os arcos podem variar de tamanho de acordo com o tamanho da obra a ser realizada

mosaico

 

mosaici

Na parede, instrumentos antigos que ainda são utilizados nos dias de hoje

 

mosaico

Para iniciar um mosaico geralmente se parte de um desenho. Quando as pedras são molhadas as cores são exaltadas. Cada mosaico é uma peça única, exclusiva

 

Scarpelli

Como é a parte de trás de um quadro de mosaicos. A matéria-prima são pedras semipreciosas provenientes de diversos locais, como África e América do Sul, que possuem pedras em cores vivas e fortes

 

mosaico

O mosaico é uma das excelências do artesanato artístico italiano ainda vivo e apreciado em todo o mundo. Esta magnifica obra exigiu do senhor Renzo 750 horas de trabalho e foi realizada em pouco mais de 9 meses

 

ponte-vecchio

Outra obra-de-arte em exposição no atelier: Ponte Vecchio. Esta obra de 97 x 97 cm é composta por 1860 peças e mais de 3 mil horas de trabalho

 

scarpelli

A Família Scarpelli com Gabriele Maselli e Leonardo Tulini, da Asssociazione Esercizi Storici Fiorentini , que também participaram do encontro

 

Grazie  famiglia Scarpelli, Associazione Esercizi Storici Fiorentini e Tuscany Bloggers!

 

Adquira os seus bilhetes sem impressão e sem fila. É pratico e simples, clique aqui.

Posts que podem interessar:

Como é morar numa cidade onde as pessoas passam férias 

O artista Michelangelo 

Basílica de San Miniato al Monte

As lojas de luxo em Firenze

Festas medievais na Toscana 

Hospedagem em apartamento em Firenze

A região do Mugello, perto de Firenze

Por que os italianos não engordam?

Bicicletas em Firenze

Refeições ao ar livre em Firenze

O parque das tulipas

Os cafés de Firenze 

Mercado Central de Firenze

Ponte Vecchio

Anghiari, na Toscana

O conceito do slow travel

A cúpula do Duomo de Firenze



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'A arte dos mosaicos' has no comments

Be the first to comment this post!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.