O brasão da família Medici

Difícil não reparar no brasão constituído por esferas em diversos pontos de algumas cidades italianas, principalmente em Florença.  Podemos encontrá-lo nas fachadas de elegantes prédios, nas esquinas, afrescos, pavimentos de palácios,  museus e até mesmo nas igrejas.  A partir do século 15 os Medici passaram a  ser a família mais poderosa da cidade e  adotaram um brasão com bolas vermelhas, que são esferas dentro de um escudo. Mas o que ele representa? Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, pois não há nenhum documento que comprove a sua origem. O brasão é composto por bolas  cuja quantidade  varia de acordo com o período histórico,   de 3 a 11 .

 

Em diversos pontos de Florença podemos ver os brasões heráldicos da família Medici, que governou a cidade por cerca de três séculos

 

A princípio, o número de bolas no brasão  era de onze e com o passar do tempo foi diminuindo. Giovanni di Bicci diminuiu para nove e  seu filho Cosimo Il Vecchio, no século 15,  reduziu-o a oito. Seu filho Piero “Il Gottoso”, reduziu-o a sete e foi em 1465, quando o primeiro reconhecimento heráldico chegou aos Médici, que  o rei Luís XI concedeu a Piero de ‘Medici e seus herdeiros o uso de uma bola azul  francesa, com flores de lírio douradas. Foi Lorenzo “O Magnífico” que excluiu uma bola e  passou a usar seis, sendo 5  bolas vermelhas e uma azul.  Posteriormente Cosimo I  passou a utilizar o formato oval ao qual  acrescentou a coroa ducal.

 

Teto das escadarias do Palazzo Vecchio. A origem do brasão desperta tanta curiosidade e segredos que envolvem a família Medici, famosos por terem promovido a arte e a inovação em diversos campos

Esquina do Palazzo Medici Riccardi, a primeira residência da família Medici em Florença

Lendas e histórias envolvem a origem do brasão e as versões são conflitantes e um tanto duvidosas. Apresento pra vocês algumas prováveis versões:

Uma primeira versão é uma tentativa fazer uma conexão das bolas ao sobrenome da família. Talvez as bolas  sejam na verdade pílulas medicinais, sendo uma alusão à  profissão originalmente exercida pelo fundador da família.   Na Idade Média algumas pílulas e comprimidos eram redondos e de cor vermelha.

Outra versão é que as bolas representam laranjas, visto que a família cultivava frutas cítricas. Em todos os jardins das vilas  toscanas é possível ver os grandes vasos com uma grande variedade de frutas cítricas.

Como eram banqueiros, uma das explicações sustenta  que as esferas representam moedas,  também  presentes no brasão da Arte del Cambio ( que era uma corporação),  onde os Médici fizeram sua fortuna.  Mas no caso da poderosa família, com a inversão das cores, pois o brasão desta Arte era um escudo vermelho com flores douradas.

Uma outra versão é que  as bolas  representam as pegadas deixadas por um bastão do gigante do Mugello de um homem que se chamava Averardo, ancestral dos Medici que chegou na Toscana  como comandante do exército de  Carlos Magno.

Outra hipótese muito provável é relacionada às batalhas. Na heráldica, as  figuras  de um brasão podem representar o número de inimigos mortos em batalha. Os Medici teriam então iniciado seu número de esferas graças a algum soldado que, no decorrer de uma batalha ou de uma guerra ainda mais importante como uma cruzada, teria matado onze inimigos de uma vez.

 

 

Giulio d’argento di Cosimo I de’ Medici granduca di Toscana (foto internet, reprodução sem fonte)

 

Brasão de Cosimo I de’ Medici, “Insigna Florentinorum”, 1550-1555

 

Capela dos Príncipes, mausoléo da família Medici

 

O brasão nas tombas de integrantes da família Medici nas Capelas Medicee

 

No Duomo de Pietrasanta o brasão fica no alto, no meio da igreja

 

medici-firenze

Esquinas decoradas – Nessa esquina, nas proximidades da piazza Duomo, o Brasão da poderosa família Medici, os mecenas de Firenze que governaram a cidade por mais de 3 séculos . Podemos observar em diversas construções na cidade o brasão que contém 6 bolas

 

A Tribuna, no Museu Uffizi

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'O brasão da família Medici' have 1 comment

  1. 19 de novembro de 2021 @ 09:18 Grazie a te / Dimora Palanca e o restaurante Mimesi, em Florença - Grazie a te

    […] O brasão da família Medici […]

    Reply


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.