DSC_0151

O museu Uffizi e o Corredor Vasariano

65 anos após o descobrimento do Brasil, inaugurava-se em Firenze uma das mais curiosas e interessantes obras arquitetônicas da Itália: o Corredor Vasariano, uma passagem secreta que era utilizada pela poderosa família Medici se deslocar do Palazzo Pitti ao Palazzo Vecchio.

corredor-vasariano

O Corredor Vasariano é um dos indicadores do poder e prestígio da família Medici, que construiu sua própria maneira de chegar ao centro administrativo da cidade de forma segura, sem precisar de escolta para se deslocar. O corredor passa sobre a ponte Vecchio, sobre o rio Arno. Esta foi a única ponte de Firenze poupada pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial

Desde o início deste mês o corredor Vasariano tem sido alvo de discussões e polêmica (normal em se tratando de arte envolvendo a cidade de Firenze, seus patrimônios e seus cidadãos) devido à decisão do diretor do museu Eike Schmidt de tornar acessível o ingresso a todos os visitantes do museu Uffizi e a um preço mais acessível. Explico melhor: conhecer o corredor é um verdadeiro privilégio, já que para visitá-lo é necessário agendar com bastante antecedência devido ao número super limitado de dias de abertura.  Até o momento, a visita ao corredor é acessível apenas através de operadores turísticos e agências de viagens, com grupos fechados e guiados, com extrema segurança, a valores mínimos de 45 euros por pessoa (segundo informou o diretor do museu, mas na prática os preços que encontramos são quase o dobro deste valor). Ah, fora que a lista de espera é muito longa. O diretor do complexo de museus quer oferecer aos visitantes a possibilidade, e não a obrigatoriedade, de passar através do Vasariano para chegar até o Palazzo Pitti com o mesmo bilhete que os visitantes adquirem para visitar o museu Uffizi, o principal  museu renascentista do mundo. Para conseguir esse feito seria necessário deslocar a coleção de auto-retratos expostos no local para o interno dos prédios do museu Uffizi. Outra questão que foi levantada que justificaria o deslocamento dos auto-retratos é em relação às condições climáticas a que as obras estão sujeitas: frias temperaturas de inverno e altas durante o verão. Mas existem alguns poréns que freiam a decisão do diretor, como a dificuldade em relação às saídas de emergência para um possível fluxo tão intenso de pessoas.  Vamos aguardar novidades…
DSC_0711

Os pedestres podem observar o corredor da rua através de suas minúsculas janelas

Estive com o Yelp Firenze a convite da Florence Town visitando a Galleria degli Uffizi e o Corredor Vasariano. Passeios imperdíveis na cidade!
A história do corredor o corredor foi construído por exigência de Cósimo I, um dos membros da abastada família e então Grão-Duque da Toscana, que buscava uma forma de interligar o Palazzo Vecchio – o centro político e administrativo  da cidade – ao Palazzo Pitti,  na época residência privada dos Medici. Ele queria mostrar seu prestígio na ocasião do casamento de seu filho Francesco com Giovanna D’Austria.  A incumbência da construção ficou a cargo do arquiteto Giorgio Vasari, que em tempo recorde – em menos de 6 meses – conseguiu concluir a obra, que ficou pronta em dezembro de 1565.
O mercado da carne que acontecia na Ponte Vecchio foi transferido para outro local para evitar o mau cheiro que causava.  Os açougues foram substituídos por bodegas de ourives, que até hoje caracterizam o local. Para quem não sabe, a Ponte Vecchio possui exclusivamente joalherias.
DSC_0149

O acesso ao corredor é por uma das entradas da Galeria Uffizi

 

O corredor secreto tem cerca de 1 Km. Ladeia o Arno e passa sobre a Ponte Vecchio, quase inobservado. O corredor parece integrado aos prédios e às torres da área e passa inclusive por uma igreja e circunda a Torre de Mannelli, pois ao contrário dos outros proprietários que foram desapropriados para a construção do corredor, a família se recusou a demolir a torre.
corredor-vasariano

Aqui a nossa guia Giulia, da Florence Town, que nos acompanhou no percurso ao corredor, que durou cerca de 1 hora. Uma guia do museu também segue todos os grupos que visitam o local

 

corredor-vasari
Não haviam quadros enfeitando as paredes no local quando foi criado, já que era apenas utilizado como passagem.  Atualmente a galeria possui expostas mais de 600 obras, entre auto-retratos de artistas italianos e estrangeiros, desde o século XVI.
corredor-vasariano-firenze

A exposição de auto-retratos do Corredor Vasariano

Santa-felicita

O corredor passar também por dento da igreja de Santa Felicità . A família Medici assistia à missa através de um balcão com vidro, sem ser vista ou incomodada pelos fiéis

 

corredor-vasariano-florence

Para quem é fã das obras de Dan Brown deve lembrar: Em “Inferno” é pelo corredor que os personagens Robert e Sienna escapam

 

corredor-vasariano

No final do corredor, já proximo ao Palazzo Pitti, obras mais recentes. Esta é de Baccio Maria Bacci, “Pomeriggio a Fiesole”

Visitar o Corredor Vasariano é uma das atrações mais exclusivas da cidade. Em meses de alta temporada (de abril a setembro) é preciso agendar com bastante antecedência e em tours previamente agendados. (Crianças menores de 12 anos e cadeirantes não podem visitar o corredor.)
O Corredor Vasariano faz parte da Galleria degli Uffizi e o acesso é através de uma das entradas do museu. Antes de visitarmos o Corredor Vasariano passamos por algumas salas da museu.
DSC_0722
Galleria degli Uffizi – A Galleria degli Uffizi é um dos mais antigos museus da Europa e reúne a mais importante coleção  renascentista do mundo. O museu, construído em 1560, surge com a intenção de reunir em um só lugar os escritórios administrativos da Toscana, então espalhados por diversos pontos da cidade.
Giorgio Vasari, que tinha como mecenas os Medici, foi convocado por Cósimo I para a construção da obra.  Com  a morte de Vasari, em 1574, Buontalenti continuou os trabalhos.
A coleção de auto-retratos do museu Uffizi foi iniciada pelo cardeal Leopoldo de’ Medici em 1664 é a mais antiga existente, totalizando quase 1800 obras. As do Corredor Vasariano também ajudam a engrossar esse numero, com suas 527 obras.
DSC_0152

A Galleria degli Uffizi abriga a coleção criada pela família mais influente de Firenze, os Medici, uma família de mecenas que governou a cidade por mais de 3 séculos

DSC_0705

O museu Uffizi tem cerca de 50 salas e ambientes, com obras de artistas italianos e estrangeiros dos século XII ao XVII. Reúne obras de artistas como: Rafael, Michelangelo, Botticelli, Da Vinci, Rembrandt, Caravaggio, Tiziano e Piero della Francesca. Antes de visitá-lo sugiro estudar para saber onde estão as obras e os artistas que mais te interessam.
sala-tribuna

A Tribuna, realizada por Bernardo Buontalenti em 1584, é a sala mais antiga do museu

 

DSC_0157-001

Um dos quadros mais famosos da Galeria Uffizi: “O Nascimento de Vênus” , de Sandro Botticelli. Foi feito sob encomenda da família Medici e retrata o nascimento de Afrodite, a deusa do amor, também chamada Vênus

 

DSC_0159

“A Primavera”, de Botticelli

 

DSC_0716

Buontalenti

O acesso ao Corredor Vasariano é através dessa portinha cinza, à esquerda, ao lado da Grotta del Buontalenti

A visita ao Corredor Vasariano termina nos jardins do Palazzo Pitti, no Oltrarno.

DSC_0171

Depois da visita ao museu fomos recebidos pela Florencetown na Società Canottieri di Firenze para um happy-hour, na beira do Arno. Olhem a vista espetacular e privilegiada! Programa inesquecível

Participei do tour organizado pela Florence Town e caso queira saber mais detalhes sobre as visitas ao Corredor Vasariano basta clicar aqui.

Museu Uffizi – Horário de funcionamento: 8:15 às 18:50 – Fechado às segundas 

 

Este post faz parte da blogagem coletiva #MuseumWeek de blogueiros da RBBV. Confira aqui outros blogs que estão também participando:

 

Europa

Alemanha

Tá indo pra onde? – Berlim- Ilha dos museus

Viajoteca – 5 museus inusitados em Berlin

Pelo Mundo Com Vc – Museu do Holocausto ou Memorial aos Judeus Mortos da Europa

Já Fomos – Visitando o Campo de Concentração em Dachau

Pequenos pelo Mundo – Museus de  Automóveis na Alemanha

A Li na Alemanha – Museu Mercedes-Benz

Bulgária

Escolho Viajar – Museu Nacional de História Militar

Croácia

Rodinhas nos Pés – Museu Croata de Arte Primitiva

Espanha

Virando Gringa- Museo Atlantico

Comendo Chucrute e Salsicha – Museo de Artes y Costumbres Populares de Sevilla

Esto Es Madrid, Madrid – Museo de Altamira

Sol de Barcelona- Barcelona

França

Viagem Lado B –  Museè D’Orsay

A Path to Somewhere – Centre Pompidou

Destinos por onde andei… – Louvre

Direto de Paris – Musée Rodin

SOSViagem – Museu do Louvre X Museu d’Orsay

Apure Guria – Antigo Egito no Museu do Louvre

Grécia

Viaje Sim! – Museu Arqueológico de Delo

Fourtrip – Museus de Atenas

Holanda

Novo Caroneiro – Sexmuseum

Hungria

Juntando Mochilas –  Museu do Terror

Irlanda

The Life of isa – 4 museus gratuitos em Dublin

Itália

Roma Pra você – Galleria Borghese

Passeios na Toscana –Palazzo Pitti

Vou pra Roma –Museus do Vaticano

Malta

Viagens Invisíveis – Palácio dos Grandes Mestres e Armaria

Reino Unido

No Mundo da Paula –Museum of London

Vamos Viajar – British Museum

Segredos de Londres – Victoria and Albert Museum

Mochilão Barato – Madame Tussauds

República Tcheca

Trilhas e Cantos –Museu do Comunismo

Rússia

Love and Travel- Hermitage Museum

Viajei Bonito – Museu da Vodka

Suécia

Viajar pela Europa – Museu Vasa de Estocolmo

Suíça

Carta sem Portador – Martigny 

Turquia

Travel with Pedro –  Istambul

 

Geral

A Fragata Surprise: Casas-museus. A vida cotidiana de gente muito especial 

Despachadas: 5 museus interativos ao redor do mundo

D&D Mundo Afora – Museu do Mazzaropi, Museu do Forró Luiz Gonzaga, Museu do Barro, Dreamland – Museu de Cera, Mundo a Vapor, Museu Regional, Museu de Artes e Ofício, Museu da Vale e Museu Histórico do Exército

 

América do Sul

Argentina

Sonhando em Viajar – Buenos Aires 

Brasil

Coisos on the go –Inhotim

E aí, Férias! – Museu Imperial

Outro blog –Museu do Amanhã

KariDesbrava – Museu Nacional de Belas Artes

O Melhor Mês do Ano – Museu do Futebol

Cantinho de Ná –Museu do Frevo

De Cá Pra Lá –Museu Palácio dos Bandeirantes

Viagens que Sonhamos – Fundação Iberê Camargo

Orientando-se pelo Mundo – Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Nativos do Mundo – Museu da República

Atravessar Fronteiras –CCBB – DF

Embarque neste blog –Museu Casa Guilherme de Almeida

Vida de Turista- Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS

Mel a Mil pelo Mundo –Museu Julio de Castilhos

Rodando pelo Ceará – 5 Museus Incríveis para Conhecer no Ceará

Devaneios de Biela – Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)

Tirando Férias –Museu de Zoologia da USP

Viagem em Detalhes – Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência

EstrangeiraCidade: Alcântara –  Museu Histórico de Alcântara (MA)

Viajar hei- Os melhores museus para levar as crianças entre Rio e São Paulo.

Chile

Gastando Sola Mundo Afora-  Museo Chileno de Arte Precolombino

Peru

De Mochila e Caneca- Museu da Inquisição

 

América do Norte

Estados Unidos

Família Viagem – Museu: Fernbank Museum of Natural History

Janela para o Mundo – Museu: Graceland

RenataPereira.tv- Bibliotecas e Museus presidenciais nos EUA, com foco para o Lyndon Johnson Presidential Library and Museum

Aquele Lugar-Museu do Ar e Espaço

Fica Dica Viagens –  Vizcaya Museum

Casal Califórnia – Museus no Balboa Park

Malas e Panelas – The Broad Museum

Felipe, o pequeno viajante- Museu de Anchorage, Alaska

Ideias na mala – Melhores Museus de San Francisco

México

Viagem de Fuga –  Museu Frida Kahlo

Viviendo en el México Mágico!- Museo Nacional de Antropologia

Uzi Por Aí – Museu Soumaya

Eu sou à toa- Casa-museu de Frida Kahlo e Casa-estúdio de Diego Rivera

 

Asia

China

Like Wanderlust – Museu Qin e os Guerreiros de Terracota

Vietnã

Brazuka- Museu da Guerra (War Remnants Museum)

Japão

A Aventura Começa- Meijimura

 

Oceania

 Australia

Blog: Coordenadas do mundo –Museu de Arte Contemporânea

 

Já seguem o Grazie a te nas mídias sociais Facebook , Instagram e Snapchat: grazieateblog?

 

 

 

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'O museu Uffizi e o Corredor Vasariano' have 64 comments

  1. 28 de fevereiro de 2016 @ 22:18 Grazie a te / Quanto se gasta por dia para visitar Firenze?

    […] ser sinceros: caso você venha passar mais do que 2 dias na cidade é uma pena não conhecer a Galleria degli Uffizi , por exemplo. Vou tentar te ajudar a programar melhor o seu passeio para que você curta a sua […]

    Reply

  2. 28 de março de 2016 @ 17:02 Palácio Topkapi - Istambul - Viagem a dois | Viagem a dois

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  3. 28 de março de 2016 @ 17:02 Museu Joan Miró: cor e sonhos - Blog de Turismo Barcelona

    […] Blog Grazie a Te: Corredor Vasariano […]

    Reply

  4. 28 de março de 2016 @ 17:02 Museu D'Orsay Em Paris, O Que Ver | Viagem LadoB

    […] Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  5. 28 de março de 2016 @ 17:03 Los Angeles - The Broad Museum - Malas e Panelas

    […] pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano Malta Viagens Invisíveis – Palácio dos Grandes Mestres e Armaria Reino Unido No Mundo da […]

    Reply

  6. 28 de março de 2016 @ 17:04 Blogagem Coletiva – Museum Week: Meijimura | A Aventura Começa

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  7. 28 de março de 2016 @ 17:06 Inhotim: o museu que combina arte e natureza a 1 hora de BH | Coisos on the go

    […] Corredor Vasariano […]

    Reply

  8. 28 de março de 2016 @ 17:07 Antigo Egito no Museu do Louvre: incrível! - Apure Guria!

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  9. 28 de março de 2016 @ 17:11 Museu da Inquisição de Lima, terrível lembrança de uma época sombria.

    […] Blog: Grazie a Te Cidade: Firenze Museu: Corredor Vasariano Post: http://grazieate.com.br/a-galeria-uffizi-e-o-corredor-vasariano/ […]

    Reply

  10. 28 de março de 2016 @ 17:13 5 museus inusitados em Berlin - ViajotecaViajoteca

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  11. 28 de março de 2016 @ 17:28 Museu Vasa De Estocolmo Na MuseumWeek | Viajar Pela Europa

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  12. 28 de março de 2016 @ 17:47 Museu de Arte Moderna conheça acervo do Palácio dos Bandeirantes

    […] Museu: Corredor Vasariano – Firenze – Blog: Grazie a Te […]

    Reply

  13. 28 de março de 2016 @ 18:23 Museu Do Louvre X Museu D’Orsay: Qual Visitar Em Paris? | SOSViagem

    […] Roma – Museus do Vaticano | Roma Pra Você – Galleria Borghese | Grazie a Te – Corredor Vasariano | Malta | Viagens Invisíveis – Palácio dos Grandes Mestres e Armaria | Reino Unido | No […]

    Reply

  14. 28 de março de 2016 @ 18:29 Nini Ferrari

    Me bateu uma saudade de Firenze!! Esse museu é ótimo!! =]

    Reply

    • 28 de março de 2016 @ 21:21 Denya Pandolfi

      Oi Nini, espero que vc retorne em breve. Abs e td de bom! Denya

      Reply

  15. 28 de março de 2016 @ 18:42 Museu da Frida Kahlo: La Casa Azul – Viagem De Fuga

    […] Roma – Museus do Vaticano | Roma Pra Você – Galleria Borghese | Grazie a Te – Corredor Vasariano | Viagens Invisíveis – Grandes Mestres e Armaria | No Mundo da Paula – Museum of […]

    Reply

  16. 28 de março de 2016 @ 19:00 O Que Fazer Em Atlanta: Fernbank Museum Of Natural History | Família Viagem

    […] a Te: Corredor Vasariano […]

    Reply

  17. 28 de março de 2016 @ 21:04 Casas-museu de Frida Kahlo e Diego Rivera na Cidade do México

    […] Post: http://grazieate.com.br/a-galeria-uffizi-e-o-corredor-vasariano/ […]

    Reply

  18. 28 de março de 2016 @ 23:04 Museu da Guerra na Cidade de Ho Chi Minh no Vietnã | Blog Brazuka

    […] Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  19. 28 de março de 2016 @ 23:22 Camila Lisbôa

    Não conheço, mas adorei a história e achei lindão! Tá na lista pra conhecer 🙂

    Reply

    • 28 de março de 2016 @ 23:31 Denya Pandolfi

      O acervo é único, realmente uma maravilha! Espero que venhas em breve para Firenze. Abs e obgda pela visita, Denya 😉

      Reply

  20. 29 de março de 2016 @ 00:05 Paço do Frevo: espaço exclusivo dedicado ao ritmo pernambucano - Cantinho de Ná

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  21. 29 de março de 2016 @ 00:49 O outro museu Rodin - Direto de ParisDireto de Paris

    […] Itália Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  22. 29 de março de 2016 @ 01:52 Claudia Pegoraro

    Oi Denya, não conhecia teu blog, adorei! Já estive na Uffizi e no Pitti (até encontrei o ator brasileiro Paulo Betti lá hehehehe), mas nunca tinha ouvido falar nesse lugar e nesta história, adorei! 3 vezes em Firenze e sempre tem motivo para voltar, né?
    Bjokas,
    Claudia@pequenoviajante

    Reply

    • 29 de março de 2016 @ 22:32 Denya Pandolfi

      Claudia, bem-vinda ao blog! 😉 Pois é, visitar o Vasariano não é tão simples pois prevê agendamento com bastante antecedência. Mas tudo é questão de programação, não é mesmo? Não deixe de incluí-lo em sua próxima viagem 😉 Beijo grande pra vc! Nos falamos… Denya

      Reply

  23. 29 de março de 2016 @ 09:39 Luciana Rodrigues - Roma Pra Você

    Vi esse corredor há quase 20 anos e grátis (nada como ter amigos bens relacionados kkkkkk, você acredita? Depois disso nunca mais! Acho que chegou a hora de voltar. Parabéns pelo post.

    Reply

    • 2 de abril de 2016 @ 10:54 Denya Pandolfi

      Oi Lu , que sorte, ehn? Também nesta visita fui a convite… e sinceramente não sei se receberei outro, rs. Bom que tenhas gostado do post, obrigada. Vem cá, depois de 20 anos tá mesmo na hora de voltar… te espero aqui 😉 Bom final de semana, Denya

      Reply

  24. 29 de março de 2016 @ 12:15 Ana

    Olá querida Denya,
    Muito bom! Eu com certeza terei que voltar a Firenze, pois está foi uma das coisas que deixei de ver, infelizmente.
    Mas volto em breve!
    bjs
    Ana

    Reply

    • 29 de março de 2016 @ 22:15 Denya Pandolfi

      Oi ana, tomara que retorne mesmo e não deixe de visitar o Corredor Vasariano, passeio nota 10! Bacione cara, Denya

      Reply

  25. 29 de março de 2016 @ 14:44 Simone Pequeno

    Belo post! Realmente um primor de museu, também com tantas obras lindas, não poderia ser diferente.

    Reply

    • 29 de março de 2016 @ 22:15 Denya Pandolfi

      Obrigada Simone! É um museu extraordinário, com um acervo único! Abraço e tudo de bom, Denya

      Reply

  26. 29 de março de 2016 @ 14:59 Museum Week: Guerreiros de Terracota – Like Wanderlust

    […] Grazie a Te – Firenze – Corredor Vasariano […]

    Reply

  27. 29 de março de 2016 @ 19:26 Aquele Lugar

    Incrível, quando a gente passa por baixo do corredor não imagina quanta arte ele guarda lá em cima. Quero muito fazer esse passeio guiado um dia !!!! Um abraço, Léli

    Reply

    • 29 de março de 2016 @ 22:14 Denya Pandolfi

      Oi Léli, exatamente… quase ninguém sabe dessa “passagem secreta” sobre a Ponte Vecchio…excelente passeio aqui em Firenze, recomendo! Beijos e obrigada pela mensagem, Denya

      Reply

  28. 29 de março de 2016 @ 21:52 Liliane Inglez

    Nossa! Estou aprendendo demais com essa blogagem, viu? Eu não sabia sobre o corredor Vasariano! Super interessante a história. E o que falar de Florença quando o assunto é arte, hein? Uau! Adorei o post! Bjs

    Reply

    • 29 de março de 2016 @ 22:07 Denya Pandolfi

      Ei Liliane, sim… a blogagem coletiva é uma boa oportunidade para trocarmos experiências e conhecer pessoas e blogs bacanas. Ah, o Vasariano é um passeio bastante exclusivo e interessante – quanta história abriga esse lugar, não é?! Obrigada pela mensagem e um forte abraço! Denya

      Reply

  29. 30 de março de 2016 @ 13:31 Museum of London - No Mundo da Paula

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  30. 30 de março de 2016 @ 16:37 Paulo Cattelan

    Arte e história num só lugar, tem coisa melhor? Espero um dia poder percorrer este “caminho secreto” de Firenze.

    Reply

    • 30 de março de 2016 @ 21:45 Denya Pandolfi

      Ei Paulo,
      Isso aí: arte e história num só lugar… muito interessante mesmo, programa imperdível. Abraços de Firenze, Denya 😉

      Reply

  31. 30 de março de 2016 @ 20:54 Nathalia Depolo

    Você “mitou” com esse post. O Corredor Vasariano, por seu enigma e exclusividade, está entre meus 10 museus a ver na vida. Tentei várias datas quando fui a Florença mas não consegui. Espero que encontrem uma solução para torná-lo mais acessível!
    Amei!

    Reply

    • 30 de março de 2016 @ 21:47 Denya Pandolfi

      Oi Nathalia! Provavelmente será mais acessível… estão buscando soluções mas espero poder em breve trazer boas novidades em relação ao Corredor Vasariano. Estamos aguardando ansiosos! Tomara que em tua próxima visita à cidade vc consiga visitá-lo. E avise quando vier 😉 Super beijo e obgda, Denya

      Reply

  32. 2 de abril de 2016 @ 06:24 Fernanda Scafi

    Post maravilhoso!!! Cada vez mais louca para conhecer Florença e a Itália!!!

    Reply

    • 2 de abril de 2016 @ 10:47 Denya Pandolfi

      Oi Fernanda, grazie tante!!! Venha mesmo… e me avise que a gente combina de tomar um cafezinho. Bacione! Denya

      Reply

  33. 4 de abril de 2016 @ 20:50 Cynara Vianna

    Amo, amo, amo Firenze, fomos à Galeria Uffizi mas não conhecemos o corredor Vasarianao, mais um motivo para mais uma ida à cidade :).

    Reply

    • 4 de abril de 2016 @ 21:12 Denya Pandolfi

      Oi Cynara,
      é super interessante! Foi emocionante poder percorrer esse corredor e ficar imaginando tudo o que se passou ali há séculos…
      Abraço pra vc e tomara que retorne em breve pra cá, De 😉

      Reply

  34. 4 de abril de 2016 @ 22:11 Destaques da Semana 80: os blogueiros da RBBV e a #MuseumWeek | RBBV – Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

    […] Grazie a Te: Corredor Vasariano, Firenze […]

    Reply

  35. 5 de abril de 2016 @ 15:46 Cristina Souza da Rosa

    Eu amei o Uffizi quando fui. É um dos museus mais lindos do mundo. Este corredor só faz com que o museu fique mais interessante. Adorei. Beijo, bella!

    Reply

  36. 6 de abril de 2016 @ 18:27 Katarina Holanda

    Nossa, que legal! Acredita que eu nunca tinha ouvido falar? Essa blogagem ficou demais. <3

    Reply

    • 7 de abril de 2016 @ 10:12 Denya Pandolfi

      Obrigada Katarina, super interessante a história do Corredor VAsariano… realmente muita gente desconhece a sua existência, é um museu bastante exclusivo. Ah, eu havia visitado o teu blog e tentado postar comentário, mas acho que não foi de jeito nenhum. Impossìvel não comentar: teus posts são demais, mas as tuas fotos são espetaculares, você é fera demais, parabéns! Beijo e te espero aqui em Firenze 😉 Denya

      Reply

  37. 10 de abril de 2016 @ 02:09 O outro museu Rodin – Direto de Paris

    […] Itália Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  38. 13 de abril de 2016 @ 03:05 Fondation Gianadda, em Martigny: um museu, cinco coleções – Carta sem Portador

    […] pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano Reino Unido No Mundo da Paula – Museum of London Vamos Viajar – British Museum Segredos […]

    Reply

  39. 13 de abril de 2016 @ 06:39 Simone Hara

    Muito bom o post! Essa Blogagem Coletiva tá me mostrando cada lugar incrpivel e minha wishlist só faz crescer… e crescer!

    Reply

    • 13 de abril de 2016 @ 11:29 Denya Pandolfi

      Oi Simone, obrigada. Verdade, quanta coisa que a gente ainda precisa explorar… não é? Beijos e te espero aqui em Firenze 😉 Denya

      Reply

  40. 13 de abril de 2016 @ 19:57 Lais Cerullo

    Não conhecia o Corredor Vasariano. Florença respira arte renascentista e sempre surpreende! Ótimo post!

    Reply

    • 13 de abril de 2016 @ 23:02 Denya Pandolfi

      Oi Lais,
      Muito obrigada! É que bem difícil conseguir visitar o Corredor Vasariano. Mas a partir do ano que vem teremos mudanças… em breve posto mais a respeito. Grata pela visita ao blog 😉 Beijos, Denya

      Reply

  41. 13 de abril de 2016 @ 21:48 Centre Pompidou: o incrível Museu de Arte Moderna de Paris - A Path to Somewhere

    […] Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  42. 21 de abril de 2016 @ 05:25 Tânia

    Uau!!! Que post! Estou pesquisando Florença há bastante tempo e nunca vi nenhum publicação sobre o corredor. Estou lendo o seu blog a alguns dias e não consigo parar. As suas dicas são muito úteis e difrente (melhor é claro) dos outros blogs. Vou visitar Florença em maio e já reservei o tour no corredor, o preço é bem salgado, mas você me convenceu que vale a pena.
    Obrigadaaaaa

    Reply

    • 21 de abril de 2016 @ 18:22 Denya Pandolfi

      Querida Tania, estou nas nuvens com tamanho carinho e reconhecimento. Que maravilha saber que vens pra cá! O preço para visitar o corredor realmente é alto… mas é uma parte da cidade carregada de história e emoção. Tenho certeza que vais gostar! Beijo carinhoso, Denya

      Reply

  43. 24 de abril de 2016 @ 00:00 Cyntia Campos

    Eu morro de vontade de conhecer O Corredor Vasariano, pena que é tão complicado conseguir agendar. Mas se eu consegui ir às casa de John e Paul em Liverpool, creio que um pouquinho de organização, na próxima viagem, vai dar conta. Adorei o post

    Reply

    • 24 de abril de 2016 @ 17:50 Denya Pandolfi

      Grazie Cynthia, tem que agendar com bastante antecedência mesmo. Vamos ver sobre as mudanças que o diretor do museu está propondo. Pode ser que algo mude, facilitando a vida dos turistas 😉
      Obrigada pela msg. Beijoca de Firenze, Denya

      Reply

  44. 29 de abril de 2016 @ 02:43 Carolina

    Que legal essa sua oportunidade!
    A ideia de abrir o corredor vai ser muito bacana! Espero que dê certo 🙂
    Ótimo post!

    Reply

    • 29 de abril de 2016 @ 22:21 Denya Pandolfi

      Ei Carolina, Vamos ver o que vai acontecer. Estou de olho e em breve espero ter novidades para compartilhar por aqui. Beijos e obrigada pela visita! Denya

      Reply

  45. 26 de outubro de 2016 @ 01:45 Mercedes-Benz Museum em Stuttgart [Blogagem Coletiva] - Contando Destinos

    […] Itália Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply

  46. 12 de novembro de 2016 @ 04:29 Visitando o Campo de Concentração em Dachau - #museumweek - Já fomos

    […] Itália Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.