Roteiro de 3 dias em Firenze

Os turistas que visitam Firenze passam geralmente 2 ou 3 dias na cidade. Claro que em tão pouco tempo não dá pra visitar as inúmeras excelentes atrações que a cidade oferece, como museus, praças e igrejas. Mas para quem não tem como prolongar a estadia, aqui deixo um itinerário para quem tem 3 dias para explorar a cidade:

 

turistas-firenze

Dia 1

Duomo –  Que tal começar a explorar a cidade por aqui? A Catedral  de Santa Maria del Fiore é  um dos símbolos da cidade e é o resultado de um trabalho que durou 6 séculos. O complexo do Duomo inclui, além da igreja (entrada grátis), o Museu Ópera do Duomo, o Campanário de Giotto, a cripta e a Cúpula de Brunelleschi. Existe um ingresso único para as atrações que são a pagamento. Detalhes aqui.

 

duomo

O Complexo do Duomo de Florença

 

Accademia – É no museu Accademia que está a obra original de Michelângelo, o David , concebida em 1504.  Em Firenze existem 2 cópias da estátua: uma fica na Piazza della Signora e a outra no Piazzale Michelangelo. Adquira aqui o seu ingresso para esta e outras atrações da cidade e evite a fila.

 

Piazza della Repubblica – uma das mais lindas praças da cidade com os históricos e elegantes cafés. A tentação é grande para se sentar nas convidativas cadeiras dos locais ao redor da praça, mas saiba que a consumação é bem salgada. Não deixe de conferir o post pagar para sentar para ficar por dentro.

piazza-della-repubblica

 

Piazza della Signoria e Palazzo Vecchio – esse é o coração pulsante da cidade. Aqui o conceito “museu a céu aberto” se faz valer. Veja mais detalhes sobre a praça e o  Palazzo Vecchio, sede da prefeitura da cidade,  neste post.

palazzo-vecchio

O Palazzo Vecchio e a Loggia dei Lanzi e suas diversas estátuas que adornam a praça

 

Piazza San Marco, Santa Annunziata e Piazza San Lorenzo –  Você pode aproveitar o final do dia para visitar a praça San Marco e Santissima Annunziata  e a Piazza San Lorenzo, onde fica Complexo da Basílica de San Lorenzo.

 

cappelle-medicie

No complexo da Basílica de San Lorenzo está a Capela dos Medici, mausoléu e local de sepultamento da prestigiosa família. Foi construída pelos Medici durante a Renascença. Na foto, a Capela dos Principes, que junto à Sacristia Nova constituem Le Cappelle Medicie

Mercado de San Lorenzo – Acho imperdível um passeio pelo Mercado central San Lorenzo. No térreo funciona o mercado propriamente dito, com bancas de frutas, verdura, alimentos, laticínios e produtos típicos. E no primeiro andar, com diversos quioesques,  existe uma grande praça de alimentação, onde é possível petiscar uma grande variedade de alimentos.

Dia 2

Museu UffiziO museu reúne o maior acervo de obras góticas e renacentistas do país . É o mais importante museu de Firenze e guarda tesouros de artistas como Botticelli, Leonardo da Vinci, Tiziano, Rubens e Michelangelo.

uffizi

A Galleria degli Uffizi

 

Ponte Vecchio – um dos mais famosas cartões-postais da Italia, essa ponte foi a única de Firenze poupada dos bombardeiros alemães durante a 2ª Guerra Mundial. É repleta de joalherias, entre aqui para saber tudo a respeito sobre a Ponte Vecchio.

ponte-vecchio

 

Palazzo Pitti e Giardini di Boboli –  O Palazzo Pitti é uma enorme construção renascentista de Firenze e fica no Oltrarno, bem perto da Ponte Vecchio, e abriga 8 museus. Foi residência dos rei da Itália entre 1865 e 1871 quando a cidade foi capital do país.  No Palazzo Pitti  residiram também as poderosas famílias Medici e Lorena.  Instalado atrás do palácio estão os Jardins de Boboli, a maior área verde da cidade. Distribuído em vários níveis, é um grande parque repleto de plantas, estátuas e fontes, um deslumbre!

palazzo-pitti

 

Santo Spiritoreserve ao menos uma horinha para passear por essa charmosa região da cidade, mais boêmia e com uma variedade de bodegas, restaurantes transadinhos e lojinhas de artesanato. Confira neste post sobre arte no Oltrarno.

santo-spirito

A pracinha central do bairro abriga a Igreja de Santo Spirito. Inúmeros restaurantes e barzinhos circurdam a praça

 

Piazzale Michelangelo –  Fica na parte alta da cidade.  Essa  praça nos presenteia com uma vista incrível da cidade. Admirar Firenze do alto é um programa que recomendo.  Escolha o final do dia para poder vivenciar o por do sol. Leve seu lanchinho, algo para beliscar ou bebericar e passe um tempo ali, vendo a cidade se transformar quando o sol se despede.

piazzale-michelangelo

Dia 3

Igreja Santa Croce – Comece o dia na pracinha de Santa Croce e não deixe de visitar a igreja homônima (a pagamento), onde estão enterrados grandes personalidades italianas, como Machiavel, Galileu e Michelangelo. No blog tem post sobre a igreja de Santa Croce. Foi nessa igreja que surgiu a Síndrome de Stendhal.  Aproveite pra dar uma esticada até a região de Sant’Ambrogio, que tem um típico mercado de frutas, verduras, vestuário e street-food com produtos locais.

santa-croce

Projetada por Arnoldo Di Cambio, a igreja começou a ser construída em 1294 mas ficou pronta quase um século depois e contou com a ajuda das ricas famílias florentinas que contribuíram com doações em troca de sepulturas na igreja

 

Igreja Santa Maria Novella –  Perto da estação, a igreja Santa Maria Novella, localizada na praça homônima,  é a primeira  grande basílica da cidade e a principal Igreja Dominicana de Florença.  Seu interior é decorado por esplêndidos afrescos e esculturas.

santa-maria-novella

A igreja de Santa Maria Novella é uma das mais importantes obras do Renascimento fiorentino, mesmo tendo sido iniciada precedentemente

 

Passeio pelas ruelas da cidade  –  Firenze é uma cidade cheia de vida, arte e beleza em cada cantinho. Permita-se um passeio sem destino por suas vielas para admirar sua arquitetura e absorver um pouco do seu ritmo, beleza e costumes.

 

firenze

 

E caso você queira um roteiro de 2 dias, pegue dicas neste post aqui: o que visitar em 2 dias em Firenze.

 

Tours pela cidade:

Que tal visitar  Firenze a bordo do hop-on hop-off por Florença? Veja detalhes do passeio clicando aqui.

 

O blog Grazie a te pode indicar guias que falam português para auxiliar e enriquecer a sua visita.  Escreva um email para grazieateblog@gmail.com.

 

Adquira os seus bilhetes sem impressão e sem fila. É pratico e simples, clique aqui.

 

Posts que podem te interessar:

20 atrações grátis em Firenze 

Vino sfuso

Quanto se gasta por dia para visitar Firenze

Produtos de supermercado para levar pro Brasil

Como transportar vinhos na mala 

O Palazzo Vecchio de Firenze

Mala para a primavera na Europa

Restaurantes em Firenze

Food tour na região do Oltrarno

Onde comer pizza em Firenze

Onde comprar souvernis de Firenze

 



About

A minha paixão pela comunicação e pelo turismo é herança dos meus pais. Adoro viajar para observar e vivenciar as diversidades culturais. Depois que me formei em Jornalismo, passei longa temporada em Londres, um curto período nos Estados Unidos e atualmente vivo em Florença, com meu marido e nossos dois filhos. Desde 2005 sou retail na Ermenegildo Zegna. Busco sempre ver o lado positivo em todas as coisas e prefiro ter por perto aqueles que, como eu, dão mais valor às pessoas do que às coisas materiais.


'Roteiro de 3 dias em Firenze' have 11 comments

  1. 28 de abril de 2018 @ 17:19 Giovanna Barbosa

    Adorei as dicas !! Vou estar em Florença dia 13 de Maio .. e gostaria de fazer algumas visitas guiadas . Aguardo seu contato

    Reply

  2. 16 de maio de 2018 @ 16:25 Grazie a te / O pão toscano, presente em muitas receitas típicas da região

    […] Roteiro de 3 dias em Firenze […]

    Reply

  3. 16 de maio de 2018 @ 16:41 Grazie a te / Um pouquinho do cotidiano dos fofíssimos nonos da Itália

    […] Roteiro de 3 dias em Firenze […]

    Reply

  4. 29 de novembro de 2018 @ 09:22 Grazie a te / Dicas para um passeio de um dia em Pádua visitando 10 atrações da cidade

    […] Firenze – 220 Km […]

    Reply

  5. 18 de março de 2019 @ 01:45 Alexandre

    Oi, Denya, tudo bem?
    Tenho uma dúvida, vc pode me ajudar?
    Estarei em Florença de 01 a 05/06 desse ano, ou seja, excluindo os dias de chegada e partida, tenho 3 dias inteiros.
    Descobri que o Uffizzi estará gratuito no dia 02/06 por conta de uma data comemorativa, mas sem possibilidade por isso de agendamento para a entrada sem fila.
    Vc acha “cilada” deixar o Uffizzi para esse dia? Ou é melhor pagar para não arriscar, reservando para o outro dia (que teria de ser dia 04/06, pois dia 03 é segunda e não abre)?

    Outra questão: no dia 03/06 que é segunda e os museus não abrem, pensei em fazer um bate e volta. É possível ir no mesmo dia a Siena e San Gimignani com transporte público, num roteiro breve?

    Obrigado, Alexandre!

    Reply

    • 18 de março de 2019 @ 01:48 ALEXANDRE

      Só mais um detalhe: o Uffizzi será o único gratuito nesse dia. Os demais estão agendando a entrada sem fila nesse dia.

      Reply

    • 20 de março de 2019 @ 12:01 Denya Pandolfi

      Oi Alexandre, td bem? Olha, junho é alta estação e os museus estão sempre bem cheios. Em dia de gratuidade as filas ali são bem grandes! Vc pode arriscar e tentar Uffizi no domingo. Caso não consiga, pode adquirir para o dia 4, que certamente também estará cheio pois na segunda não abre e geralmente às terças tem bastante gente. Não queria ter essa responsabilidade, rs. Estou apenas dizendo como geralmente funciona Boa sorte e boa visita!!! Denya

      Reply

      • 20 de março de 2019 @ 12:16 ALEXANDRE

        Oi, Denya!
        Tranquilo…. Rsrsrs
        Se ambos os dias ficam cheios, é melhor reservar antes pra não pegar fila. Até pq se eu deixasse pra ir no uffizzi no domingo, eu reservaria duomo e accademia pra terça… Resumindo: não tenho alternativa e acabei de perceber isso agora… Hahahaha. Vou reservar tudo antes mesmo. Melhor pagar um pouco mais e ter uma viagem tranquila…
        Obrigado!

        Reply

  6. 11 de junho de 2019 @ 16:25 Grazie a te / O burgo medieval de Pienza, na romântica região do Val D'Orcia

    […] Roteiro de 3 dias em Firenze  […]

    Reply


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.